DivulgaçãoDivulgação

Os casos notificados de dengue em Canarana – MT apenas nos primeiros quatro meses de 2022 já somam 794, um número 440% maior do que todo o ano de 2021. Além disso, conforme Boletim Informativo da Secretaria Municipal de Saúde do município, nesse ritmo, 2022 deve bater o recorde no número de casos dos últimos 12 anos.

“A gente quer fazer um alerta para a população. Já estivemos em situação de alerta alguns anos atrás, mas, igual estamos hoje, ainda não tínhamos passado”, explicou a secretária de saúde Cleivania de Souza Oliveira, em coletiva de imprensa na tarde de terça-feira. O maior pico de notificações de dengue tinha sido registrado em 2019, com 837 casos. Em 2022, dos 794 casos notificados, 324 foram confirmados.

Além da dengue, a Secretaria de Saúde informou 31 notificações do Zika vírus e três confirmações. O principal vetor para o aumento expressivo no número das contaminações é o ambiente propício para a proliferação do mosquito aedes aegypti, com água parada, onde o inseto transmissor do vírus deposita suas larvas. Do total de focos com o mosquito encontrados na cidade em 2022, 594 (78%) foram em residências, 105 (14%) em estabelecimentos comerciais e apenas 62 (8%) em terrenos baldios, denotando que o principal gargalo no combate ao vírus está no cuidado e limpeza do terreno de cada cidadão.

DivulgaçãoDivulgação

Em casos de suspeita de estar com o vírus, a Secretaria orienta procurar a unidade de saúde mais próxima e evitar usar medicação por conta própria. “O Hospital está lotado! A gente, aproveitando, vem aqui solicitar a nossa população que tenha paciência com a nossa equipe que, assim como nós tivemos os casos de Covid-19, hoje a dengue já não está tão diferente. Temos mais de 100 atendimentos, somente no hospital diário e isso tem sobrecarregado a nossa equipe” finaliza Cleivania.

A dengue pode matar! O combate à ela é através ações simples que podem ajudar a diminuir a proliferação do mosquito transmissor, como evitar que qualquer recipiente fique com água parada. Basta revisar uma vez por semana a residência e eliminar os locais que acumulam água. Faça sua parte!

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DE NOSSOS GRUPOS DE WHATSAPP