Levantamento que consta no trigésimo primeiro Informe Epidemiológico, divulgado pela Prefeitura de Cuiabá, com apoio de pesquisadores da UFMT, Universidade Federal de Mato Grosso, mostra que de 18 de julho a 31 de outubro deste ano, a taxa de incidência da Covid-19 teve aumento de 433% em crianças e de 587% nos adolescentes.

Vale lembrar que, desde março, a capital mato-grossense está sem aulas e neste período começou a flexibilização maior em relação as medidas contra a pandemia, com as pessoas deixando suas casas e retornando a atividades normais.


Chamou atenção no informe divulgado esta semana o aumento da taxa de incidência em crianças e adolescentes, que se revelou muito maior que para outras faixas.
 
Desde 18 de julho, por exemplo, a taxa de idosos aumentou cerca de 286% enquanto a de crianças aumentou 433% e de adolescentes 587%, evidenciando o crescimento superior do risco de infecção nesses grupos.
 
Até o dia 31 de outubro, data em que foi fechado do levantamento, eram 29 mil 703 casos de Covid-19 na Capital.

Entre eles, prevalece o sexo feminino, com 54,1% dos casos, tendo, desde o início da pandemia, apresentado a maior frequência.

Por: Jurandir Antônio, Sapicuá Rádio News