Foto: Arquivo | Olhar AlertaFoto: Arquivo | Olhar Alerta

Na segunda-feira (22.11) uma notícia viralizou nos principais sites e veículos de comunicação da região, chegando até a passar no jornal televisivo da TVCA em Cuiabá, sobre a denúncia do Ministério Público contra a empresa que administrou a UTI Covid do Hospital Regional, de que haveriam falsos médicos trabalhando no local, além de informações sobre reutilização de seringas, falhas na alimentação e hidratação de pacientes visando certa economia de materiais.

Veja: Profissionais de saúde são denunciados por exercício ilegal da medicina em Água Boa

O atual prefeito de Água Boa que também é diretor do Consórcio de saúde CISMA que administra o hospital, Dr. Mariano Kolankiewicz Filho, veio a público em seu instagram stories na noite de terça-feira (23.11) com alguns esclarecimentos sobre o fato.

Segundo ele, a denúncia do MP não é contra o prefeito nem contra a administração do consórcio de saúde, mas contra a empresa licitada CURE e seus gestores e equipe privados que ficou cerca de um mês na função.

Mariano observou que a CURE passou por processo legal de contratação e após as denúncias, mesmo sem a conclusão das investigações, foi desligada do hospital, passando a administração da UTI Covid para novos gestores.

Atualmente, com a redução dos casos da pandemia, a UTI Covid foi desativada em Água Boa, sendo que os mesmos equipamentos e ambiente ficaram na atividade de UTI padrão, atendendo casos graves não relacionados a covid-19 da região.

Veja o vídeo do instagran na integra:

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DE NOSSOS GRUPOS DE WHATSAPP