Reprodução Reprodução

As máquinas já estão em funcionamento no terreno de 23.648,25 metros quadrados em que será construída nova unidade do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) em Barra do Garças. Localizado às margens da BR-070, no bairro Cidade Jardim, o terreno foi cedido pela prefeitura, ainda na antiga gestão de Roberto Farias, ao governo do Estado.

Essa obra está orçada em mais de R$ 13 milhões, recursos advindos do programa "Mais MT", lançado pelo governador Mauro Mendes (DEM). Ela faz parte de um grupo de seis Centros Socioeducativos que serão feitos nos quatro cantos de Mato Grosso. Um deles, o de Rondonópolis, foi inaugurado no último dia 4 de outubro.

A nova unidade substituirá a atual, localizada no bairro Santo Antônio, em frente a Escola Municipal Francisco Antonio Marcucci, sofre com problemas de estrutura e também com sua baixa capacidade. Nos últimos meses, inclusive, os agentes responsáveis pelos jovens tiveram problemas com motins, rebeliões e fugas.

Segundo o projeto do governo estadual, as seis novas unidades vão garantir mais 289 vagas aos menores até 2022, sendo que atualmente o Estado conta com 143. Desta forma, até o final da atual gestão haverá 443 vagas, um aumento de 280%.

O intuito é que as novas unidades atendam não somente as cidades que estão instaladas, mas de suas regiões no entorno, a exemplo de Rondonópolis, que atenderá a região Sul de Mato Grosso, com 60 vagas disponíveis. "A ideia é que a estrutura [Rondonópolis] sirva de modelo para as demais, que devem ser construídas até 2022: Tangará da Serra, Várzea Grande, Sinop, Barra do Garças, Cáceres e Cuiabá (em substituição ao de Várzea Grande)" informou a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).

Cadeia Pública de Barra do Garças

Em agosto, o prefeito Adilson Gonçalves (PSD) entregou à Sesp-MT o memorial descritivo da obra da Cadeia Pública de Barra do Garças. Este é um documento que traz em detalhes tudo que será executado em uma obra.

Com a entrega do documento ao secretário adjunto de Administração Penitenciária, Jean Carlos Gonçalves, o projeto da cadeia pública de Barra do Garças aguarda aprovação do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

O local fica localizado na BR-070, próximo a um curtume, sentido Barra do Garças a Cuiabá, a cerca de 12 quilômetros do centro da cidade. A área atende todos os requisitos necessários para a construção do Centro de Detenção Provisório (CDP) e foi aprovada pelo setor de engenharia da SESP.

O CDP de Barra do Garças será um novo modelo e comportará até 488 reeducandos.

Além de oferecer mais segurança e melhores condições de trabalho também para os servidores da Cadeia Pública, a área de aproximadamente 10 hectares possibilitará a inserção de mais projetos de ressocialização dos detentos como fábricas de blocos de concreto, marcenaria, costura, serralheria e que permitirão remuneração para os reeducandos.

Atualmente com o espaço limitado no centro da cidade os reeducandos conseguem produzir roupas e alguns materiais para a prefeitura como lençóis, uniformes escolares.

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DE NOSSOS GRUPOS DE WHATSAPP