Foto: Ronaldo MazzaFoto: Ronaldo Mazza

O deputado estadual Faissal Calil (PV) participou, na última sexta-feira (5), de uma audiência pública realizada pela Agência Estadual de Regulação de Mato Grosso (Ager), em Ribeirão Cascalheira. O evento, que aconteceu na Câmara de Vereadores, contou ainda com a participação do deputado federal José Medeiros (Podemos), do presidente regulador da agência, Luis Alberto Nespolo, do diretor ouvidor José Rodrigues Rocha Junior e da prefeita da cidade, Luzia Nunes Brandão.

A audiência fez parte de uma série de reuniões organizadas pela Ager para debater melhorias nas concessões e serviços delegados e fiscalizados pela agência em todo o estado. Faissal destacou que Mato Grosso tem áreas onde sua atuação precisa ser mais eficiente e urgente, como a saúde e educação, mas que algumas outras podem ser ofertadas através de concessões, repassando-as para a iniciativa privada, como transporte e energia elétrica. O deputado explicou que a atuação da autarquia é fundamental na qualidade destes serviços.

“Estamos aqui fazendo nossa função, que é de fiscalizar e ajudar a população. Temos várias demandas aqui, como a resolução das quedas de energia constantes principalmente nas áreas rurais, que chegam a durar três dias. Ainda temos a questão do transporte intermunicipal, com empresas operando de forma precária, que resultam numa tarifa mais cara, com ônibus velhos, prejudicando o Estado e a população. Sou favorável a concorrência, que abrirá portas para a melhoria e barateamento destes serviços”, pontuou.

A fala de Faissal é endossada pelo presidente regulador da Ager-MT. Discutir melhorias na oferta, além da modernização da fiscalização da execução das concessões é o atual foco de Luis Alberto Nespolo, que fez questão de ressaltar que a agência está trabalhando de forma firme para trazer ainda mais qualidade de vida para o cidadão que reside em Mato Grosso.

"A Ager está de portas abertas para melhorar sua performance em seu propósito legal, ou seja, qualquer cidadão está convidado a nos visitar para tratar, por exemplo, de concessões. Nosso propósito é delegar serviços de qualidade, que passam desde universalidade e regularidade, passando pelo equilíbrio econômico e financeiro, modernizando nossa atuação", afirmou.

O diretor ouvidor da Ager-MT também pensa de forma semelhante e apontou que a ouvidoria da agência tem absorvido todas as demandas e apontamentos feitos pela população. José Rodrigues Rocha Junior afirmou ainda que a autarquia têm trabalhado de forma incessante para entender as necessidades dos usuários e procurado dialogar com as empresas concessionárias para diminuir os problemas e melhorar ainda mais os serviços oferecidos por elas ao consumidor.

"Estas audiências tem sido uma atividade enriquecedora, pois com elas estamos tomando conhecimento das demandas do estado e compreendendo como estas situações estão ocorrendo. Mato Grosso é muito grande. Cabem, por exemplo, três países europeus aqui dentro do nosso território. Compreender esta realidade sentado atrás de uma mesa, lá em Cuiabá, é impossível. Por isso estamos vindo, apresentando as competências da agência e dialogando com a sociedade. A Ager tem buscado executar suas atividades com eficiência", explicou.

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DE NOSSOS GRUPOS DE WHATSAPP