Reprodução Reprodução

Um dos compromissos da visita do secretário de Estado da Fazenda, Rogério Gallo, a Barra do Garças foi a vistoria nas obras do Anel Viário na cidade e em Pontal do Araguaia. Também foi debatido em qual lugar será implantado o novo posto fiscal, na divisa com Goiás. Pontal do Araguaia tem grandes chances de receber a unidade.

Conforme Gallo, a escolha será feita por meio de uma análise técnica que definirá onde será implantado o ponto de fiscalização tributária e de trânsito na fronteira com o estado de Goiás. “Estamos analisando do ponto de vista logístico. [...] A decisão será em total cooperação com as prefeituras e o governo do Estado”, explicou.

O prefeito municipal de Pontal do Araguaia, Adelcino Lôpo (MDB) participou da visita técnica junto ao secretário e tem bastante otimismo que sua cidade será a escolhida para a implantação da unidade. Entretanto, ele não vê como uma 'disputa' com Barra do Garças visto que os moradores das duas cidades serão beneficiados independentemente do local escolhido. O gestor elogiou o trabalho de Gallo a frente da Sefaz e como as contas de Mato Grosso estão saudáveis, graças ao trabalho realizado pela equipe da secretaria.

De acordo com Gallo, não há necessidade de implantar dois postos fiscais, um em cada município, devido aos investimentos futuros em fiscalização eletrônica por meio do programa ‘Águia’, é uma parceria entre a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), a Polícia Militar e a Polícia Civil para realizar o monitoramento das estradas com câmeras.

A previsão é que com a conclusão do anel viário, os Postos Fiscais de Barra do Garças e Pontal do Araguaia sejam realocados para a nova área de fiscalização dos veículos de carga que irá desafogar o trânsito das regiões centrais das duas cidades.