Foto: TJMTFoto: TJMT

A equipe da Justiça Comunitária do Poder Judiciário de Mato Grosso esteve reunida com a primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, e com a secretária Estadual de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT), Rosamaria Ferreira de Carvalho, para definir as ações e a participação do Estado na 3ª Edição da Expedição Araguaia. O encontro para definir a parceria foi realizado no dia 24 de agosto, no Palácio Paiaguás.

Este ano a expedição vem com uma novidade, os trabalhos serão estendidos à região do Xingu, chegando aos municípios de Santa Cruz do Xingu e São José do Xingu. O comboio também passará pelos municípios de Santa Terezinha, Luciara, São Félix do Araguaia, Cocalinho e mais três aldeias indígenas. Na última semana, a equipe da Justiça Comunitária fez o reconhecimento dos locais que serão visitados pela expedição.

O objetivo da Expedição Araguaia é oferecer aos moradores das localidades visitadas serviços de saúde, cidadania e justiça, como registro tardio, resolução de conflitos sociais, consultas médicas, entre as quais oftalmológicas, tratamento odontológico, vacinas, documentação, além de estimular nos cidadãos a consciência ambiental.

A Setas fará a doação de cestas básicas e cobertores que serão entregues a população atendida pela expedição. A primeira-dama Virgínia Mendes destaca que as cestas básicas são essenciais para atender a necessidade mais urgente da população na atualidade. “Neste momento de pandemia, nós precisamos dar as pessoas o que elas mais precisam, como a cesta básica, porque elas estão com fome. Passada a pandemia, nós vamos levar até eles qualificação, para que possam ter acesso ao emprego”.

Virgínia Mendes também ressaltou a importância de parcerias para que o Estado possa chegar a todos aqueles que necessitam. “O Governo do Estado não consegue chegar a todas as pessoas. A parceria com a Justiça Comunitária é muito importante para que isso aconteça. O Dr Toni e sua equipe fazem um trabalho excelente de estar presente onde é necessário”.

O juiz coordenador da Justiça Comunitária, José Antonio Bezerra Filho (Dr Toni), ressalta que a parceria com o Estado significa a ampliação do atendimento à população. “Com essa parceria, nós vamos dobrar a quantidade de ações e serviços que levaremos para a região tida como ‘vale dos esquecidos’. A expedição mostra um Poder Judiciário diferente, presente e levando soluções a cada situação e necessidade para aqueles que serão atendidos. A parceria é fundamental para o sucesso da expedição, são mais de 60 instituições juntas nesse trabalho”.

A 3ª Edição da Expedição Araguaia será realizada a partir da segunda quinzena de novembro.