Reprodução Reprodução

Assegurar melhores condições para a promoção de políticas públicas voltadas ao desenvolvimento social é um dos carros-chefes da Comissão Especial do Zoneamento Socioeconômico Ecológico (ZSEE). 

Presidida pelo deputado estadual Dr. Eugênio de Paiva (PSB), a Comissão do ZSEE se reúne pela sexta vez, nesta quarta-feira (11.08), às 16 horas, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, com enfoque no desenvolvimento social. 

O objetivo é avaliar, detalhadamente, os possíveis impactos do Projeto de Zoneamento em todas as comunidades da região Araguaia, principalmente onde residem pessoas em situação de pobreza e vulnerabilidade social. 

Já tivemos a oportunidade de envolver as Pastas de Planejamento (Seplag-MT), Meio Ambiente (Sema-MT) e Desenvolvimento Econômico (Sedec-MT) nas discussões em torno da proposta de Zoneamento e agora será a vez de indagarmos o Governo do Estado, representado pela titular da Setasc-MT, sobre o que já está sendo feito e o que há planejado dentro desse tripé do ZSEE com o foco no desenvolvimento social, adiantou Dr. Eugênio, fazendo um balanço positivo das atividades realizadas no primeiro semestre de 2021.

De acordo com o presidente da Comissão, neste segundo semestre deverá ser realizada uma nova reunião itinerante, desta vez contemplando a região noroeste de Mato Grosso, nos mesmos moldes da produtiva reunião realizada no Norte Araguaia, no município de São Félix do Araguaia. 

Os trabalhos da Comissão Especial do Zoneamento avançam no sentido de oportunizar um amplo debate com todas as partes envolvidas sobre os reais impactos dessa proposta. De concreto, temos a certeza que ela precisa ser revista e alterada, inclusive com o aval do governador nesse sentido, pontuou Dr. Eugênio.

A Comissão Especial do Zoneamento Socioeconômico Ecológico também conta com a participação dos membros titulares: deputado Valmir Moretto - vice-presidente - PRB, Dilmar Dal Bosco (DEM), Carlos Avalone (PSDB) e Nininho (PSD). Integram como suplentes, os deputados Gilberto Cattani (PSL), Dr. Gimenez (PV), Allan Kardec (PDT), Sebastião Rezende (PSC) e Eduardo Botelho (DEM).