Banner Política

Reprodução Reprodução

Na quarta-feira (2), o servidor público Marcos de Sá (PSB) renunciou o cargo de prefeito de Santa Cruz do Xingu, na região Araguaia. Ele exercia o segundo mandato consecutivo como gestor do município de pouco mais de 2.600 habitantes. 

Marcos de Sá foi nomeado presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (Fapemat), órgão responsável pelos avanços nas áreas de pesquisa, ensino e extensão de Mato Grosso. A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Estado na quinta-feira (3).

A indicação de um novo dirigente da Fapemat oriundo de um município pequeno e distante de Cuiabá teve articulação do deputado estadual Dr. Eugênio (PSB), que é um dos líderes de seu partido e único representante do Vale do Araguaia na Assembleia Legislativa. A ação também contou com o apoio do deputado estadual Max Russi, correligionário de Eugênio e Sá.

O novo presidente substituirá o professor Adriano da Silva, que morreu no dia 3 de junho, vítima do novo coronavírus.

A nomeação de um legítimo araguaiense nascido em Barra do Garças é uma vitória do movimento regionalista que cobrava do governador, Mauro Mendes, um compromisso feito firmado para que a região tivesse mais participação no primeiro escalão do Governo Estadual. O Araguaia foi a região em que Mendes teve expressivos votos nas eleições de 2018.

Marcos de Sá Fernandes da Silva foi registrado no cartório de Torixoréu, onde passou a infância e a pré-adolescência, e local onde residem os familiares e esposa.

Entre os anos de 2003 e 2004, ele se mudou para Santa Cruz do Xingu, exercendo a profissão de cirurgião dentista. Em seguida, entre 2005 e 2006, se tornou secretario de Saúde da Gestão do prefeito Beto Rempell.

Atual presidente da Associação dos Municípios do Araguaia (AMA), Sá também já foi vereador e presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz do Xingu entre 2009 e 2010. Em 2012, foi eleito prefeito de Santa Cruz do Xingu e reeleito em 2016.

Com a renúncia, a prefeitura agora fica sob o comando do vice Maicol Ângelo Soares até o final do mandato em 31 de dezembro de 2020.

A partir de agora, a região Araguaia conta com três lideranças em ‘primeiros escalões’, além do ex-prefeito e do deputado Eugênio Paiva, a barra-garcense Cândida Farias é a segunda suplente do senador Jayme Campos.

(Com informações do AMZ Notícias)