1708025bUma quadrilha especializada nos crimes de furto e receptação, na região do Vale do Araguaia, foi desarticulada nas primeiras horas da Operação Bairro Seguro, realizada no município de Barra do Garças.

A prisão dos integrantes ocorreu na manhã desta quarta-feira (02.08), fruto de uma ação conjunta entre as Polícias Judiciária Civil (PJC) e Militar de Mato Grosso (PM-MT) e a Polícia Judiciária Civil do município de Aragarças, em Goiás.

Foram presos F.B.S., de 40 anos, T.G.B., de 26 anos, J.S.B., de 43 anos, J.C.S, de 39 anos, e foi conduzida A.F.S., de 29 anos. Todos os cinco suspeitos foram presos na cidade de Aragarças, em Goiás, e já tinham passagem pela polícia.

1708025Segundo o líder do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) da PJC de Barra do Garças, Abel César da Silva França, a quadrilha agia em cidades da região que promoviam festa de peão. “Enquanto as pessoas saíam para a festa, a quadrilha aproveitava para arrombar diversas residências”, explicou.

Há 20 dias, a quadrilha agiu na cidade de Água Boa, durante a festa de peão da cidade. “Parte da quadrilha foi presa no dia 05 de julho e os outros foram presos hoje”, disse o líder do Garra.

Na ação integrada foram apreendidos um revólver calibre 32 com duas munições, uma espingarda adaptada para calibre 22, dois notebooks, um veículo e um drone. Foram recuperados três televisões e diversos outros materiais furtados na cidade de Água Boa.

“As operações integradas e a criação do Garra estão proporcionando ainda mais a integração entre as instituições de Segurança Pública, que está trazendo resultados positivos para a nossa região”, disse Abel.

O oficial do dia do 5º Comando Regional da Polícia Militar de Barra do Garças, 2º tenente PM Aguinelo Silvestre de Oliveira Junior, disse que as forças de segurança realizam, constantemente, a prisão de diversos suspeitos para dar uma resposta à sociedade e passar mais sensação de segurança aos moradores. “Esperamos que os suspeitos permaneçam presos para evitar novos crimes na nossa região”, acrescentou.

Na parte da tarde, a operação Bairro Seguro continuou, com blitzes, barreiras e abordagens realizadas pela Polícia Militar em diversos bairros da cidade, com o apoio do águia do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

Ver as fotos dos objetos recuperados relacionados abaixo, existem vários objetos recuperados dentre eles um drone.

Se por acaso alguém souber quem são as vítimas por gentileza ir ao CISC E CONVERSAR COM A INVESTIGADORA JACKELINE.