ReproduçãoReproduçãoO caminhoneiro Jairo Martins da Silva, 38 anos, de Cuiabá, comunicou ontem que dois elementos, sendo um moreno claro aparentando 40 anos, e outro moreno claro com barba rala, praticaram roubo do seu caminhão. 

O motorista que trabalha para a Petroluz Distribuidora estava com o Caminhão Mercedes Benz 2644 branco, placa FEJ-9016 da empresa, transitando pela BR-158 para Querência. Em certo momento, um veículo Fusion encostou na frente do caminhão e dois bandidos anunciaram o assalto.

Segundo o motorista, os bandidos amarraram uma tolha em sua cabeça e transitaram por cerca de 30 quilômetros até entrar em uma estrada vicinal ao lado direito da rodovia. Os marginais desengataram a carreta com 60 mil litros de óleo diesel e levaram o motorista pela rodovia dentro do Fusion, com apoio de outros dois marginais.

Em seguida, o motorista ganhou um lanche dos bandidos e foi largado no mato a 200 metros da rodovia. Os marginais pediram que ele não olhasse no rosto dos marginais, para impossibilitar o reconhecimento. Após os marginais fugirem, o motorista retornou até a rodovia e pediu carona até o distrito da Matinha, interior de Canarana.

Dali, ele fez contato com a empresa anunciando o roubo. Ele também chamou a polícia e retornou ao local onde estava o caminhão sem a carreta. Ali, o motorista descobriu que os marginais haviam furtado pertences pessoais, R$ 250,00, seu celular, o toca CD e o rádio amador do veículo.

O assalto ocorreu por volta das 8hs da manhã de ontem, mas o BO foi registrado só às 18hs. Os marginais teriam fugido para a região de Nova Nazaré, uma vez que a carreta tem rastreador via satélite.

A carreta foi encontrada em uma estrada vicinal a 16 quilômetros de Água Boa. Após efetuar diligências, os policiais encontraram em um matagal ontem à noite, o cavalinho placa FEJ-9016 de Paulínia/SP. Os policiais viram que havia rastros de pelo menos 3 pessoas diferentes em volta da carreta.

Não foi informado no BO se o combustível foi roubado ou recuperado.