Imagem IlustrativaImagem Ilustrativa

Segundo uma fonte anônima, dois funcionarios de um salão de beleza em Água Boa foram flagrados desviando valores do estabelecimento para os próprios bolsos.

Os proprietários teriam desconfiado do número de atendimentos que não estava batendo com as receitas do caixa e acompanharam o expediente durante alguns dias.

Um barbeiro e uma cabeleireira foram vistos por diversas vezes nas câmeras de segurança, recebendo de clientes e colocando o dinheiro nos bolsos.

Quando questionados sobre os registros de alguns trabalhos nas comandas, diziam que os clientes ficaram devendo e pagariam em outro dia.

Em outra análise foi percebido a realização de PIX para as contas dos colaboradores ao invés do estabelecimento.

O regime de trabalho no salão prevê que os clientes sejam atendidos por abertura de comanda e os valores pagos a empresa que, no final do mês, repassa o salário e porcentagem aos colaboradores.

Ambos trabalham há cerca de 4 anos no local.

Um Boletim de Ocorrência foi registrado na PJC para providências cabíveis e os funcionários foram desligados da empresa.

É importante que os consumidores fiquem atentos durante o pagamento via PIX, à identificação do recebedor em qualquer tipo de negociação para não caírem nesse tipo de situação.

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DE NOSSOS GRUPOS DE WHATSAPP