Banner Policial

Imagem IlustrativaImagem Ilustrativa

Segundo informações do Boletim de Ocorrência da PM, na madrugada de sábado (6.11) por volta das 1h20, os policiais em ronda avistaram uma briga generalizada em frente a um posto de combustíveis na Av. Júlio Campos, no centro de Água Boa.

Algumas pessoas chegaram a gritar ajuda para a viatura policial que deu ordem para a multidão se dispersar, tendo que usar um espargidor de pimenta em alguns presentes para que cessassem a briga.

Um deles tentou agredir um policial e apesar de ser empurrado tornou a investir para cima dele, até que outro soldado atirou em suas pernas com uma bala de elastômero (munição não letal) sob ordem para que deitasse no chão. Apenas com o segundo tiro o suspeito acatou a ordem e se deitou.

Ao todo 5 pessoas foram detidas, 4 rapazes e 1 mulher, todos na faixa de 20 a 26 anos, algemados e conduzidos a delegacia da PJC para providências. Nada de ilícito foi encontrado com eles. O único com escoriações e lesões dos tiros dispensou atendimento médico.

Em depoimento, os envolvidos disseram que a briga começou entre dois deles, mas posteriormente um terceiro (que foi alvejado) e oitros se envolveram. O motivo não foi revelado.

 ATUALIZAÇÃO:

Algumas horas depois, o mesmo jovem alvejado foi a sede da PM para acusar os policiais, mas acabou preso por dirigir alcoolizado.

Veja: Homem vai tirar satisfação da PM e acaba preso por dirigir alcoolizado em Água Boa

Nossa redação foi procurada por uma pessoa envolvida na ocorrência, com a versão de que foram 5 homens e 1 mulher, ninguém teria pedido ajuda para a PM, mas os policiais que estariam passando e questionaram o que estava acontecendo;

Apesar de não relatarmos sobre gás, a fonte ressaltou que não foi usado gás para dispersar a briga e que o condutor alcoolizado estaria de moto e não de carro e os policiais teriam agredido muito ele.

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DE NOSSOS GRUPOS DE WHATSAPP