Imagem Ilustrativa Imagem Ilustrativa

Uma mulher de 43 anos acionou a Polícia Militar na noite desta quarta-feira (04/08), informando que seu convivente, de 42 anos, estava muito alterado na casa onde o casal vive juntos.

Quando a guarnição da PM chegou a mulher estava na calçada em frente à residência, nervosa e chorando muito. A mulher relatou à polícia que constantemente o marido à acusa de traição e que já chegou ameaçá-la de morte. Ela disse ainda que certa vez o marido guardou um facão sob a cama do casal, e que toda a situação estava a deixando amedrontada.

Diante dos relatos da mulher, a guarnição da PM abordou o homem que estava no portão da casa. Foi realizada uma revista pessoal e nada ilícito foi encontrado com ele. No entanto, ao realizar a checagem dos dados do suspeito, a polícia localizou um mandado de prisão preventiva expedido contra ele pela comarca de Pires do Rio, no estado de Goiás, pelo crime de estelionato.

A polícia cumpriu então o mandado de prisão, encaminhado o suspeito e a vítima até a Central de Atendimento da Polícia Militar, para confecção do boletim de ocorrência.

Lá, a mulher se arrependeu e disse que não gostaria de representar contra o companheiro. Mesmo assim, o homem permaneceu detido por conta do mandado que havia em aberto contra ele.

O suspeito foi entregue à Delegacia de Polícia Judiciária Civil, para as providências cabíveis.