CANARANA – Por volta das 20h deste sábado (17), um crime de sequestro, cárcere privado e tentativa de roubo foi registrado na residência de um funcionário de um banco no bairro Flamboyant na cidade de Canarana.

Duas mulheres vítimas do crime chamaram a polícia até o bairro Jardim Europa, logo após terem sido libertadas pelos marginais.

Uma viatura da PM foi deslocada ao endereço onde as mulheres tinham sido abrigadas por moradores.

Elas relataram que no final da tarde, foram até a residência de um amigo bancário que tinha saído para viajar. No local elas perceberam que o morador tinha esquecido de chavear a porta dos fundos.

Elas então permaneceram na casa até por volta das 20hs, quando 3 marginais chegaram na residência armados e exigindo dinheiro e acesso ao cofre.

Segundo as vítimas, eles eram de estatura mediana, usavam máscaras e bonés. Os 3 estavam armados com revólveres.

Um deles apontou a arma para a cabeça das garotas, enquanto outro marginal amarrou as vítimas com braçadeiras (enforca-gato).

As duas mulheres ouviram os marginais dizerem que receberam a informação errada e que a pessoa não estava na casa.

Durante a ação os bandidos afirmaram que nada de mal fariam com elas, pois o objetivo era o proprietário da residência, no caso o bancário.

Os bandidos reviraram toda a casa em busca de dinheiro e objetos de valor.

Em certo momento eles disseram que receberam a informação errada, indicando a possibilidade de um quarto integrante do crime.

Em seguida, os bandidos exigiram que uma das garotas telefonasse para o dono da casa, exigindo dinheiro.

O bancário então repassou R$ 2.500,00 para a conta da garota, que por sua vez, repassou o dinheiro via aplicativo para a conta de um dos bandidos.

O marginal tem conta bancária na cidade de Confresa/MT e já está sob investigação.

Após isso, os bandidos saíram em um veículo branco levando as duas garotas como reféns. Em seguida, os marginais liberaram as vítimas em uma rua de um bairro da cidade, local onde elas foram socorridas.

Segundo BO da PM, um veículo KA branco foi identificado circulando na região.

O celular da garota que fez a transferência foi levado pelos marginais. O beneficiado com o depósito bancário também foi identificado.

Na sequência das investigações, 3 suspeitos tripulando um KA branco foram localizados em Agua Boa esta madrugada. Eles foram detidos e passaram a ser alvo da investigação. Um deles é conhecido da polícia e um é menor. os outros dois tem 18 anos.

Os suspeitos apresentaram informações contraditórias, e por isso o caso segue sendo investigado. Os marginais também levaram algumas joias das garotas.

 

 

Reprodução: Olho no Araguaia – O Pioneiro