Imagem IlustrativaImagem Ilustrativa

Segundo informações do Boletim de Ocorrência da PM, no final da tarde de domingo (20.9), por volta das 18h, uma mulher com ferimento de facão na mão direita e escoriações, teria dado entrada no Hospital Regional de Água Boa.

Segundo testemunhas, a paciente estava bastante exaltada, não seguindo as ordens do atendimento, desacatando os profissionais de saúde e se recusando a usar máscara de proteção contra o coronavírus.

A mulher informou aos policiais que havia entrado em uma briga com outra mulher com apelido que remete a pessoas de baixa estatura, dizendo ainda que pretendia se vingar.

Em seguida começou a desacatar os policiais com ofensas de baixo calão e dizer que iria resolver a briga por conta própria. Logo, arrancou a medicação que estava sendo aplicada em seu braço e jogou contra os policiais.

Na sequência partiu para cima dos policiais com tapas e socos, sendo necessário o uso da força moderada para conter e algemar a mulher. Liberada pelo hospital, ela foi conduzida até a Delegacia da PJC, onde seguiu com os desacatos.

Em seu depoimento ela teria acusado duas mulheres de envolvimento com o tráfico de drogas. Durante uma briga com elas, as duas teríam lhe tomado o facão e acertado sua mão.