Foto: Araguaia FMFoto: Araguaia FM

A Polícia Civil prendeu na manhã de hoje, terça-feira (11), cumprindo mandado de prisão do suspeito de 43 anos, acusado de participar do crime de extorsão, onde os acusados pediam a vítima R$ 30 mil para não ser morto.

Ele foi preso durante a operação ‘Apogeu’ da Polícia Judiciária Civil, que foi desencadeada para combater a onda de furtos em Canarana, operação essa, que também apreendeu dois menores, suspeitos de cometer vários furtos em Canarana, inclusive o furto a uma drogaria da cidade, onde o suspeito arrombou a porta usando uma marreta, que inclusive foi apreendida junto com os menores no bairro Nova Canarana.

Outro suspeito, de 32 anos, também foi preso no dia do crime em flagrante. O primeiro suspeito, durante as tentativas de extorsão, disse a vítima ter conhecimento de quem são os autores de assassinatos em Água Boa e em Canarana.

Agora com sua prisão preventiva realizada, a PJC, irá continuar as investigações para tentar resolver os crimes. Valdivino Vidal, chefe de investigação da PJC de Canarana, disse que os menores suspeitos de participação em vários furtos da cidade e com longa ficha criminal, serão ouvidos na presença do Conselho Tutelar e posteriormente liberados, por conta da legislação vigente.

Valdivino disse ainda, que os autores de uma série desses furtos que vem acontecendo em Canarana, já foram identificados. Em Nova Xavantina foi preso um homem, que segundo Valdivino tem participações nos furtos de Canarana, responsável por roubar uma idosa de 79 anos e furtou inclusive um automóvel em Canarana. Segundo o chefe de investigações, nessa noite houveram outros furtos em Canarana, porém, a PJC já tem uma linha clara de investigação e possivelmente o autor dos furtos.

Ele disse também, que são mais ou menos 4 indivíduos que são responsáveis pela maioria dos furtos em Canarana e a polícia tentará encontra-los e prende-los.