Foto: Assessoria PM 13º CRFoto: Assessoria PM 13º CR

A Militar emitiu Boletim de Ocorrência sobre a prisão de dois estelionatários que estavam de passagem por Água Boa e teriam cometido um golpe em uma empresa de materiais de construção.

Na segunda-feira (13.01), por volta das 15h, o empresário de uma empresa de construção no setor industrial acionou a PM ao desconfiar de um golpe.

A vítima relatou aos policiais que havia recebido uma ligação de uma pessoa informando que era do Instituto Nacional do Meio Ambiente, pedindo doação para uma campanha de conscientização de pesca predatória.

O empresário concordou em doar R$500,00 para a campanha e logo em seguida, um homem com a parte superior de uma farda e um gorro do exército chegou com um recibo preenchido.

Estranhando a forma de agir do suspeito, a vítima consutou o CNPJ do recibo e descobriu que se tratava de outra razão social chamada Instituto de Defesa e Educação, Proteção Ecológica, Ambiental e Social do Brasil, com o nome fantasia de Abaete-Kurumim, com situação cadastral inapta.

Imediatamente ele ligou para a PM e denunciou o caso. A PM foi até o hotel onde os suspeitos estariam hospedados e encontraram os dois saindo em um veículo gol branco.

Em checagem no sistema, nada foi encontrado em desfavor dos mesmos. Porém, no quarto onde estavam foram encontradas várias agendas, um rádio comunicador, R$500,00 em espécie e duas gandolas (casaco de farda militar).

Os suspeitos foram entregues à Polícia Judiciária Civil junto com o B.O. para providências que o caso requer.