0
0
0
s2smodern

Foto: Assessoria PJCFoto: Assessoria PJC

A Polícia Judiciária Civil de Nova Xavantina compromissada com a missão de investigar e reprimir crimes na cidade elucidou um crime de Roubo ocorrido na manhã de quinta feira (28), prendendo os coautores e apreendendo parte das vestimentas utilizada pelo suspeito.

Após serem informados de que uma pessoa teria assaltado uma papelaria no centro da cidade, onde funciona um correspondente bancário, os policiais saíram rapidamente em diligências no intuito de identificar e prender os autores do fato, bem como recuperar os valores auferidos com a prática delitiva.

Ao analisar as imagens dos locais, os policiais constataram que um indivíduo de porte físico mediano usando calça preta, moletom e tênis preto, chegou a pé no referido estabelecimento e anunciou o assalto aparentemente usando uma arma de fogo por baixo da roupa, saindo em fuga num veículo gol quadrado de cor verde que o aguardava numa travessa aos fundos do Banco Bradesco.

Em análise das imagens, constatou-se que se tratava de C.O.D. (31), o qual possui vasto histórico criminal, constando seis crimes de roubo e um roubo seguido de morte quando adolescente, valendo lembrar que ele teria assaltado o Posto Sentinela e Uirapuru no mês de Maio, ocasião em que fora preso pela Polícia Civil, no entanto não permaneceu preso por muito tempo.

Ainda em diligências, os policiais localizaram a residência de duas mulheres que ofereceram todo suporte aos indivíduos responsáveis pelo roubo, bem como auxiliaram na fuga, as quais foram presas em flagrante como partícipe na referida empreitada criminosa.

O proprietário do veículo gol é da cidade de Agua Boa e estava com mais três pessoas daquela cidade, chegando em Nova Xavantina após terem cometido em tese, um crime de homicídio em Querência na noite anterior. O proprietário do Gol é adolescente e foi apreendido em Agua Boa na noite de ontem, sendo apreendido pela Autoridade policial.

O Veículo Gol foi localizado pela polícia Militar ainda na manhã de ontem, escondido em um terreno baldio.

O Delegado de Polícia ratificou a prisão em flagrante das mulheres pela participação no Roubo, tomando as medidas pertinentes ao caso, encaminhando-as para a cadeia pública local, onde ficarão a disposição da Justiça.