Reprodução Reprodução

O pastor Airton Juvino Pulquério, da igreja Assembleia de Deus, morreu na noite de segunda-feira (1°) por sequelas causadas pela covid-19. Ele estava internado em um hospital particular na Capital.

O pastor foi infectado com o coronavírus em fevereiro, na época ele passou 21 dias internados. Após receber alta, as sequelas da covid-19 começaram a aparecer. O pastor, que já tinha alguns problemas de saúde, teve que lidar com sequelas deixadas pelo vírus.

Foram meses de luta pela vida. Nas últimas semanas ele chegou a fazer hemodiálise quatro vezes na semana, mas noite de segunda-feira ele não resistiu ao tratamento e morreu.

Airton foi pastor do Recanto dos Pássaros, Santa Cruz, e também atuou por muitos anos no Jardim Imperial, em Cuiabá, onde congregava com o Pr. Rogério dos Anjos.

Casado com a irmã Gentila Pulquério, Airton teve 12 filhos e deixa um grande legado na sua história da igreja Assembleia de Deus.

O filho do pastor Jônatas Pulquério, em entrevista ao HNT, disse que pai foi um grande homem, servo de Deus, que ensinou, não só a família, mas toda a igreja o verdadeiro sentido do Evangelho de Cristo. “Meu pai me ensinou o verdadeiro sentido de família e amor ao Evangelho de Cristo”, relata o filho.

Por meio de nota, a Convenção dos Ministros das Assembleias de Deus do Estado de Mato Grosso, e de outras unidades da Assembleia de Deus do Estado lamentaram a morte do pastor.

O deputado evangélico Sebastião Rezende (PSC) lamentou a morte de Airton em umas redes sociais.

“Com muito pesar recebo a notícia que partiu para as Mansões Celestiais o meu amigo e companheiro Pr. Airton Juvino Pulquério, um dos pioneiros da Igreja Assembleia de Deus em Cuiabá. Obreiro valoroso, Homem simples e trabalhador, firme no falar, esposo exemplar, pai amoroso e dedicado de 12 filhos biológicos e centenas de filhos espirituais. A nossa alma chora a partida de um amigo, mas os Céus o recebem com as honras que merece. Nosso desejo e oração é que o Eterno Deus traga consolo neste momento de dor e separação”, diz trecho da publicação.

Nas redes sociais, familiares, amigos e fiéis prestaram homenagens ao o pastor.

“Que Deus venha consolar os corações da desta família enlutada. Sei que este momento é de ímpar comoção, onde perde a presença física de um herói. Todavia os muitos momentos marcantes e de lições de vida serão perpetuados em nossa memória. Ele parte, mas deixa de si saudades eternas, e nos resta lutar aqui para que possamos vê-lo com Jesus na Glória Eterna”, escreveu um amigo.

“Notícia muito triste a nossa família está de luto Deus recolheu o nosso pastor Airton Juvino Púlquério só Deus pra conforta nossa família e os amigos força, força”, escreveu outro amigo.  

O corpo está sendo velado na capela Jardim na  sala Orquídeas.

Ainda não confirmação do horário nem local do sepultamento.