Reprodução: Arquivo da famíliaReprodução: Arquivo da família

Um dos pioneiros do MDB na cidade de Barra do Garças-MT, o ex-funcionário da Coopercana Arcênio Clari Fleck, conhecido como Carazinho, faleceu aos 73 anos, no dia 6/5, em Cuiabá onde estava morando com a filha Valéria Fleck, que é tenente-coronel da Polícia Militar de Mato Grosso.

Segundo informações, ele tinha algum câncer em estágio terminal, mas não conseguiram saber onde era e quando tentaram fazer uma biópsia, Carazinho não resistiu, teve duas paradas cardíacas durante o procedimento e faleceu.

Como foi dito no início, Carazinho foi funcionário da extinta Coopercana e acompanhou na época o deputado federal Norberto Schwantes na expansão da cooperativa que atuava em Barra do Garças até a cidade de Canarana no leste de Mato Grosso. Foi nesse período que Carazinho começou atuar na política e ingressou no MDB se tornando amigo pessoal do deputado federal Carlos Bezerra e da ex-deputada Teté Bezerra.

Em Barra do Garças, ele participou de todas as discussões políticas e alianças que o MDB fez nas eleições municipais e se tornou amigo pessoal também do ex-deputado estadual e empresário Adalto de Freitas, o Daltinho, que lhe deu o título de cidadão mato-grossense.

Carazinho faleceu por volta das 18 horas informando que meu pai faleceu por volta das 18 horas de quinta-feira (6/5) após ficar sessenta dias internado numa UTI. Ele era natural da cidade de Ijuí-RS e nasceu no dia 19/08/1947 e deixa dois filhos Valéria Fleck e Henrique Fleck, que é engenheiro ambiental.

A morte dele foi lamentada por vários amigos como ex-assessor parlamentar e comerciante em Barra do Garças, Raimundo Parrião: “Perdemos um companheiro que sempre fez política com paixão e devoção durante décadas. Descanse em paz amigo Carazinho”, completou.