Reprodução Reprodução

A morte do deputado estadual Silvio Fávero (PSL), aos 54 anos, em decorrência da Covid-19,  foi confirmada no início desta tarde de sábado (13), uma semana depois de sua transferência para um leito de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Amercor, em Cuiabá. Ele sofreu uma infecção generalizada enquanto estava intubado tendo se recuperar da doença causada pelo coronavírus. 

Em nota, a assessoria do parlamento explicou que seu quadro de saúde se agravou nesta madrugada chegando no início da tarde, deste sábado ao quadro de infecção generalizada. 

“A família do deputado estadual Silvio Fávero agradece por todas as orações e manifestações positivas pelo pai, filho, marido, amigo, servidor Silvio Fávero, que deixa um grande legado de trabalho, alegria e amor pela vida por onde passou. Silvio Fávero deixa muitos amigos, muitos serviços prestados por Mato Grosso, sua mãe Angélica, esposa Katia e três filhos: Gabriel, Gustavo e João Ricardo”, diz o comunicado.

Na Assembleia Legislativa, até o momento 16 deputados foram infectados pela Covid-19. Fávero é o primeiro a sofres complicações que evolui para óbito. Sua cadeira será ocupada pelo então suplente Gilberto Catani, também do PSL, que obteve 11.629 votos no pleito de 2018.