Reprodução Reprodução

Internado desde o último dia 24 de maio, o empresário da empresa JJ Rodeios, José Vasconcelos, 67, morreu na manhã deste domingo (7) em decorrência do novo coronavírus (Covid-19). Ele foi transferido para Cuiabá no último dia 30, depois de ter sido contaminado no Pará.

Segundo informações da Prefeitura de Colíder, onde ele vivia, depois de contaminado a vítima foi transferida ao Hospital Regional no dia 24 de maio, mas devido ao agravo do quadro respiratório, foi levado à Cuiabá no último dia 30 a pedido da família, e morreu na manhã deste domingo (7).

“A gente lamenta profundamente o falecimento do nosso amigo Zé Vasconcelos. Era uma pessoa que gostava de Colíder. Assim como o Juarez, ele estava internado na capital e não resistiu. Deixo aqui, com pesar, as minhas condolências à família e aos amigos”, diz o prefeito Noboru Tomiyoshi.

Ele foi a segunda pessoa da cidade a morrer da doença. O primeiro foi o motorista de caminhão Juarez Aguiar, na madrugada de sábado (6).A família ainda não divulgou informações sobre velório e sepultamento.

“Estamos muito preocupados com essa situação toda. Os números já começam a ter nome, a ter rosto, e rostos conhecidos. Infelizmente, começamos a registrar óbitos em Colíder”, completou o prefeito.

O prefeito acrescenta que não vai permitir que as cerca de 10 mil pessoas de Colíder que fazem parte do grupo de risco sejam expostas ao covid-19. “Não vamos admitir que esses moradores tenham a saúde colocada em risco em virtude do desrespeito de algumas pessoas que não se preocupam com a covid. Vamos, sim, endurecer essas medidas, principalmente o respeito ao toque de recolher de bares, restaurantes e similares”, pontua Noboru Tomiyoshi.