Banner Mundo

Reprodução Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro disse na segunda-feira (1°), que o Brasil terá a primeira unidade da Universidade de Oxford nas Américas, com previsão para o ano que vem.

A parceria foi celebrada entre o Ministério da Saúde e a universidade britânica e anunciada na última terça-feira (26) pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em visita ao local no país europeu.

Eis a declaração de Bolsonaro em rede social: A instalação da primeira unidade da Universidade de Oxford das Américas em território brasileiro é resultado de uma parceria inédita entre o @govbre a universidade britânica. A medida foi celebrada com a assinatura, nessa quarta-feira (27/10), de um termo de compromisso.

A previsão é que seja instalada até o ano que vem, priorizando a pesquisa em saúde global e a formação de novos profissionais na área de doenças infecciosas, pesquisas clínicas e desenvolvimento de imunizantes e terá cursos de mestrado, PhD e atualização para profissionais.

Atualmente, a Oxford conta com 38 faculdades e cerca de 24 mil alunos. São 11.930 em mais de 250 cursos de graduação e outros 11.800 na pós-graduação, que oferece mais de 300 programas. Estudantes internacionais correspondem a aproximadamente 43% do total de alunos.