ReproduçãoReprodução

Nos últimos dias, casos de brasileiros que relataram ter recebido pacotes não solicitados contendo sementes vegetais desconhecidas têm chamado a atenção das autoridades. As encomendas oriundas da China podem representar riscos à saúde, segundo especialistas.

Em Mato Grosso, o Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT) emitiu um alerta a população sobre estes pequenos pacotes de sementes misteriosas atrelados à diversas compras realizadas como se fossem um brinde. Em alguns casos, até mesmo pessoas que não tenham solicitado qualquer mercadoria daquele país têm recebido as embalagens.

"Informamos que já foi reportado ao Indea-MT o ingresso desses materiais em solo mato-grossense. A orientação é que, no caso de recebimento de pacotes suspeitos, não sejam abertos e que os cidadãos mantenham as embalagens originais preservadas. Não plantem, manipulem, nem joguem no lixo o conteúdo e encaminhem imediatamente a embalagem (preferencialmente inviolada) à unidade do Indea-MT mais próxima ou ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), que realizarão os procedimentos necessários", recomenda o instituto.

De acordo com as autoridades, este tipo de material tem procedência e qualidade desconhecida e pode ser um potencial veiculador de patógenos ou espécies de plantas daninhas exóticas, sendo possível causar prejuízos econômicos à sanidade vegetal, o Indea-MT e o MAPA estão articulados conjuntamente, visando evitar a introdução e disseminação de pragas e realizarão o encaminhamento do material para análise no Laboratório Federal de Defesa Vegetal oficial.

Para mais orientações, o cidadão pode contatar a Coordenadoria de Defesa Sanitária Vegetal do INDEA-MT pelo telefone (65) 3613-6045, a Ouvidoria Setorial do Indea-MT (0800 647 9990 ou Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.) ou ainda as unidades locais do instituto.