Imagem IlustrativaImagem Ilustrativa

O Ministério da Agricultura informou na noite desta segunda-feira (20) que a nuvem de gafanhotos que está na Argentina não está se deslocando em direção ao Brasil.

A nota do ministério veio após a Secretaria Estadual da Agricultura do Rio Grande do Sul (SEAPDR) informar, nesta segunda, que a nuvem se aproxima da fronteira brasileira. Segundo o órgão estadual, os insetos estão a 112 km da cidade de Barra do Quaraí, na Fronteira Oeste do estado.

Veja: Nuvem de gafanhotos deve chegar ao Brasil na quarta-feira (22)

Segundo a secretaria do RS, as temperaturas acima de 25ºC favorecem a aproximação dos gafanhotos. Porém, o ministério afirma que o clima "é um fator que não pode ser considerado de forma isolada".

"Até o momento, seguem mantidas as previsões de que os insetos continuarão se movimentando rumo ao sul, sem previsão de ocorrência de um conjunto de alterações climáticas que favoreça sua entrada no Brasil", afirma.

A nota do ministério diz ainda que, segundo o Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Agroalimentar da Argentina (Senasa), a nuvem se deslocou da província de Corrientes para Entre Rios, na Argentina, e está a 100 km da fronteira com o Uruguai.

E que, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os ventos na região se manterão na direção Norte -Sul nos próximos dias, indicando uma provável direção da nuvem ao Uruguai.