Nesse momento de crise, em que muitas empresas adotaram o trabalho remoto, cresceu a produção de tecnologia para solucionar problemas decorrentes do coronavírus.

Imagem IlustrativaImagem Ilustrativa

A pandemia de coronavírus terá impactos significativos e ainda não completamente dimensionados sobre a sociedade. Mas nem todos os impactos serão negativos. Na área tecnológica, por exemplo, nenhuma das previsões poderia calcular o que estaria por vir em 2020 diante da covid-19. Tudo o que seria implementado ou criado em alguns anos ou até na próxima década foi antecipado.

Segundo a gerente técnica da empresa Agenda Assessoria, Élida Jerônimo, nesse momento de pandemia, em que muitas empresas adotaram o trabalho remoto, a produção de tecnologia como solução para problemas decorrentes dessa realidade cresceu vertiginosamente.

“A Agenda Assessoria, por exemplo, desenvolveu um software de agendamento de atendimento da previdência, que vai fazer agendamento por tipo de serviço. Outras empresas estão criando aplicativos para atendimentos delivery e disponibilizando gratuitamente para ambulantes e comerciantes que não possuem um app dessa espécie. Temos cursos online gratuitos, plataformas de cursos sendo criadas e disponibilizadas, serviços jurídicos pro bono para empreendedores, pequenas empresas e negócios afetados pelo covid-19 de forma remota e várias ferramentas de videoconferência que surgiram para facilitar o trabalho remoto e podem ser acessadas sem custos, dentre outras soluções surgindo a cada dia”, destaca a gerente.

A gerente técnica enfatiza, ainda, a importância da gestão 4.0, a era da transformação digital, que se vive hoje, e que envolve três pilares: cultura digital, ativos digitais e experiência do cliente. “No primeiro pilar, cultura digital, é todo um trabalho de envolvimento e engajamento da equipe, tanto para conhecer a metodologia, quanto criar um ambiente seguro para os colaboradores na mudança de cultura e mindset. É importante criar uma cultura da empresa para que haja engajamento das pessoas, para que entendam seu papel, sintam satisfação em trabalhar e alinhem propósitos. Já nos ativos digitais, que são as tecnologias a serem utilizadas, é importante atualizar e implementar ferramentas de automação e novas tecnologias para melhorar a produtividade, capacitar os colaboradores e adotar rotinas de capacitação, eles precisam se manter em constante evolução, porque a tecnologia muda com uma velocidade muito grande e os profissionais precisam acompanhar os avanços. Em nível de experiência para o usuário, o cliente é participativo no processo de desenvolvimento de software e nas tomadas de decisões para priorizar suas necessidades”.

Para criar condições de desenvolver tecnologia 4.0, nesse momento de crise, é preciso focar nesses três pilares, atuar em ações que visem evoluir e, em um processo de transformação, fortalecer toda a equipe e os clientes que precisam compreender o funcionamento das novas ferramentas. Todo esse avanço é positivo, pois vai ser um bom resultado para a sociedade pós-Covid-19 poder desfrutar das soluções tecnológicas desenvolvidas para contornar problemas causados por essa crise.

“Nós, da Agenda Assessoria temos a certeza de que sairemos dessa pandemia com uma produção de tecnologia mais madura, fortalecida e experiente. Com a certeza de que vamos adotar em nossos controles e processos rotineiros grande parte da tecnologia e práticas criadas para solucionar os problemas que estamos enfrentando. No campo tecnológico, eu vejo resultados positivos porque estamos diante do aceleramento e evolução da produção de tecnologia”, conclui Élida Jerônimo.