Banner MT
0
0
0
s2smodern

 

Foto: ReproduçãoFoto: ReproduçãoDois tenentes-coronéis do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso foram denunciados pelo Ministério Público do Estadual (MPE) por comercializaram, indevidamente, materiais de uso obrigatório para alunos do Curso de Formação de Soldados Bombeiro Militar.

Conforme a denúncia, os dois se aproveitaram das funções que exerciam para vender aos alunos os materiais exigidos para a realização das aulas práticas como óculos, mosquetões, capacete, luva de raspa, cabo da vida e kit de salvamento.

O G1 não conseguiu contato do a defesa dos oficiais. Entretanto, segundo o MPE, um deles confessou a participação no crime e assinou Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) e deve pagar multa.

Ainda segundo a denúncia, cerca de 20 alunos confirmaram que os militares exigiam que os materiais de uso obrigatório fossem padronizados, não permitindo que fossem adquiridos em outro lugar.

Os alunos afirmaram em depoimento que aqueles que adquirissem os materiais com o coordenador do curso e não honrassem com a data de pagamento, eram ameaçados.

Conforme apurado durante o inquérito, os material era comercializado por, aproximadamente, R$ 850,00.