Banner MT
0
0
0
s2smodern

 

Foto: ReproduçãoFoto: ReproduçãoFormado por cerca de 30 municípios, o Vale do Araguaia, na região Oeste de Mato Grosso, não aproveita seu potencial turístico. Segundo o deputado estadual Dr. Eugênio (PSB), menos de 10% é aproveitado e, ainda assim, não existe um padrão de atendimento, o que demonstra a necessidade de investimentos. Para conseguir recursos da União, a ideia é que os municípios consigam aderir ao Mapa do Turismo, do governo Federal.
 
O deputado, que atua na região há mais de 25 anos, conhece parte desse potencial e afirma que quer fazer a ponte para que a região possa se desenvolver e gerar renda através do turismo. “Temos o rio Araguaia para a prática esportiva, Barra do Garças tem águas termais, Nova Xavantina tem a Serra do Roncador. O turismo é a indústria que mais emprega no mundo todo e nós temos um forte apelo turístico”.
 
Para poder participar do Mapa do Turismo, que além de receber recursos federais, ainda aumenta a visibilidade do município, é preciso ter previsão no orçamento para o turismo, um Conselho Municipal de Turismo ativo, prestadores de serviços para esse setor, entre outros requisitos.
 
No entanto, a realidade é que mesmo onde o turismo é explorado, falta mão de obra qualificada, estabelecimentos credenciados e planos de investimentos. “Nossa proposta é chamar os prefeitos, perguntar se querem investir no turismo e proporcionar ajuda da nossa equipe técnica para eles possam preencher os requisitos”, afirma Dr. Eugênio.
 
Esse acompanhamento será transformado em dados que serão levados ao governo do Estado, para que os recursos estaduais sejam liberados, não só diretamente para o turismo, mas também na infraestrutura, especialmente em estrada, para que os visitantes possam chegar aos municípios.
 
“Hoje temos visitantes estrangeiros que vem fazer turismo esotérico na Serra do Roncador. Temos um potencial enorme no Vale do Araguaia e precisamos aproveitar. Depois que tivermos esses dados sobre levantados, vou levar ao governo do Estado para que não deixemos passar essa oportunidade”, avalia o parlamentar.