ReproduçãoReprodução

O Governo do Estado deve realizar, até o início de 2021, o chamamento de 742 professores que estão no cadastro de reserva do último concurso da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). A informação foi dada pelo Secretário de Estado de Educação, Alan Porto, durante entrevista ao Jornal do Meio Dia da TV Vila Real, desta quinta-feira (12). 

Conforme o Governo, o último processo seletivo realizado em 2017 ainda está vigente e o Estado está num processo de enquadramento financeiro dentro da Lei de Responsabilidade Fiscal, que limita gastos com folha de pagamento.

“O nosso concurso está vigente, concurso de 2017.  Serão duas etapas de chamamento. A primeira etapa, ainda em dezembro, nós iremos chamar 342 professores, primeira etapa por município. A segunda etapa é por polo com previsão de acontecer já nos primeiros meses de 2021, com perspectiva de 400 professores. Todos esses professores irão passar por formação de como operar o sistema de aprendizagem conectada, sobre como funciona as aulas apostiladas e também passarão por um programa  sócioemocional”, destacou.

Os professores empossados substituirão os com contratos temporários que atuam na rede estadual de ensino. No total, a Seduc possui em torno de 37 mil servidores e destina cerca de 88% do orçamento para a folha de pagamento.

Após passar praticamente todo o ano de 2020 sem aulas presenciais, o Governo do Estado deve iniciar o próximo ano com a presença dos alunos na escola. Porém, existe a possibilidade do ensino "híbrido", onde haveria a mescla entre aulas presenciais e atividades online ou por apostilas.

Investimentos na Educação

O governador Mauro Mendes anunciou na última semana o maior programa de investimentos da história do Estado de Mato Grosso, o Mais MT. O programa vai executar investimentos na ordem de R$ 9,5 bilhões (2019-2022). Para Educação, estão previstos R$ 936,4 milhões em investimentos para a Educação, contemplando a construção de novas escolas, de quadras poliesportivas, assim como reformas, manutenção e climatização, bem como investimentos para melhorias no sistema pedagógico.