Crimes praticados contra instituições financeiras tiveram redução em Mato Grosso.

Entre janeiro e setembro de 2020, não houve registros de tentativa nem de roubo consumado a bancos. No mesmo período do ano passado, houve três ocorrências de cada.

Já os casos de furto consumado reduziram pela metade, já que foram 13 casos este ano e 26 em 2019. As tentativas de furto diminuíram 55%, sendo que ocorreram 17 casos em 2020 e 38 no ano anterior.

Entre os seis registros de roubos e tentativas de 2019, a modalidade “sapatinho” foi responsável por dois deles, cujas investigações já foram concluídas, com identificação de autoria, e agora está em fase de localização dos envolvidos.

A prática consiste em sequestrar ou manter reféns familiares do gerente enquanto a pessoa é levada para liberar o acesso ao cofre.

Os dados são da Secretaria de Estado de Segurança Pública, por meio da Superintendência do Observatório de Segurança.