Reprodução Reprodução

Equipes da Funai e da Polícia Federal estão no Parque Nacional do Xingu para negociar a liberação de 11 turistas que teriam invadido o parque no último domingo.

O grupo seria de Minas Gerais e estaria pescando em uma fazenda da região, no entanto, teriam invadido a área do parque quando foram abordados por índios da Aldeia Rawo, da etnia Ikpeng.

Segundo a Polícia Federal as informações repassadas pela Funai são de que os indígenas ficaram com medo por conta da pandemia do novo coronavírus e, por isso, acionaram as autoridades para a retirada do grupo