DivulgaçãoDivulgação

A Associação dos Docentes da Unemat (ADUNEMAT), convocou na última semana, toda sua categoria de docentes para somar forças no Dia Nacional em Defesa do Serviço Público e contra a Reforma Administrativa. Na data, servidoras e servidores públicos de todo o país, das esferas municipal, estadual e federal prepararam um calendário unitário de lutas contra a reforma administrativa encaminhada pelo governo federal. Para isso, marcaram para esta quarta-feira (30) a realização de ações de protesto e esclarecimentos à população em todo o país.

Segundo o Sindicato, a intenção das mobilizações é dialogar com a sociedade e mostrar a importância do serviço público diante da ofensiva do governo de Jair Bolsonaro e do Congresso Nacional em tentar desqualificar os servidores. 

Em tramitação na Câmara dos Deputados, a PEC 32/2020 da reforma administrativa, apresentada pelo presidente no dia 3 de setembro, ataca a categoria e enfraquece a concretização das políticas públicas nas esferas federal, municipal e estadual. É, além de tudo, a PEC do fim dos serviços públicos no Brasil, legalizando a transferência das atividades para o setor privado, prejudicando toda a população brasileira que depende dos serviços públicos gratuito e de qualidade.

Durante a Assembleia Geral da categoria, realizada no dia 21 de setembro, a diretoria da Adunemat, por meio de seu Presidente Domingos Sávio, orientou suas subseções a promoverem atos públicos como carreatas e a distribuição de informações, que transmitam o conteúdo prejudicial e ameaçador ao estado social e democrático de direito, dentro da realidade possível de cada subseção. A recomendação também foi manter todas as medidas de segurança recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), como o distanciamento, uso de álcool em gel na higienização das mãos e uso obrigatório de máscaras.

Em Cuiabá, docentes da Unemat sindicalizados à Adunemat participarão da programação promovida pelo fórum Sindical dos Servidores Públicos de Mato Grosso. A programação inicia às 8h, com uma série de panfletagens em diversos bairros da capital, encerrando a programação no período da tarde, com uma grande carreata que terá concentração para saída às 14h, na guarita da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Em Cáceres, a subseção, juntamente com outras entidades representativas, mobilizam-se em uma carreata, com saída às 8h30, na Unemat Campus Jane Vanini. A carreata segue em direção à Caixa Econômica Federal da cidade, onde será finalizada com um ato público. Durante o ato, o microfone estará aberto para falas de representantes e população em geral, sempre com o objetivo de alertar todos e todas sobre esse grande ataque do governo bolsonaro.

Além de Cuiabá e Cáceres, outras cidades com subseção da Adunemat também terão atos contra a Reforma Administrativa. Em Tangará da Serra, a programação conta com uma grande carreata, com saída às 14h, na Havan (Av. Brasil). 

DivulgaçãoDivulgação