ReproduçãoReprodução

A recém-nascida que teve o couro cabeludo arrancado durante o parto recebeu alta do hospital após 43 dias internada em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e depois na enfermaria.

Agora a família está reunida em casa para acolher Natasha Vitória.

No dia 29 de julho, a mãe de Natasha, Maria Lima de Jesus, foi levada para a Santa Casa na expectativa de fazer o parto, mas precisou ficar internada para melhorar a formação do bebê

Depois de 11 dias, já durante a cirurgia cesariana, houve complicações. A mãe teve a bexiga perfurada no centro cirúrgico e a bebê teve um grave ferimento no couro cabeludo.

Depois da repercussão da denúncia do pai da criança, o hospital confirmou as lesões nas pacientes.

Alegou que, na hora da retirada da criança, havia pouco espaço entre a bacia óssea da mãe e a cabeça da criança e, por conta disso, na hora do parto, o bebê teve parte do couro cabeludo arrancado.

Para a família a alta de Natasha representa um recomeço.

Apesar de já estar em casa, a bebê vai continuar sendo acompanhada mensalmente por um médico.

A mãe da bebê teve alta no mês passado e passa bem.