ReproduçãoReprodução

Após o governo de Mato Grosso e a Caixa Econômica Federal (CEF) firmarem um contrato de operação de crédito, no valor de R$ 550 milhões, para a construção de 5.000 pontes no Estado nesta semana, foi determinada a abertura de edital para a construção de uma ponte de concreto sobre o Rio Tinhoso, na MT-100, em Pontal do Araguaia.

Conhecida como Ponte do Caixão, a estrutura que atualmente é de madeira será substituída e terá extensão de 440,00m² e seus respectivos encabeçamentos, em uma extensão de 1.93 km.

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) abriu uma licitação por meio do edital n. 016/2020, processo n. 219421/2020 com Regime Diferenciado de Contratação Presencial de empresa de engenharia para execução dos serviços de construção.

O Edital será disponibilizado no dia 09/09/2020, a partir das 14h (horário local), pelo endereço eletrônico www.sinfra.mt.gov.br acessando o menu documentos e o submenu licitações e editais. Entrega das propostas: Deverão ser entregues a Comissão Permanente de Licitação, instituída pela Portaria n. 056/2020/CGAB/SINFRA, publicada no DOE n 27734, de 20/04/2020 páginas 16/17, na sessão pública do dia 01/10/2020, as 9h (horário local), na sala de Reuniões - 2º andar na Sinfra, localizada na avenida Hélio Hermínio Ribeiro Torquato da Silva, no CPA em Cuiabá/MT.

A sessão pública poderá ser acompanhada em tempo real através da transmissão no link: https //www.youtube.com/channel/UCaDSklVwea-9jkFp5C-M3ow Portal Transparência do Estado de Mato Grosso: http://www.transparencia.mt.gov.br/sinfra. Informações gerais: telefone: (65) 3613-0529 e-mail cpl@şinfra mt.gov.br.

O edital é assinado pelo secretário da Sinfra, Marcelo de Oliveira e Silva.

Pavimentação Torixoréu-Pontal do Araguaia  

No final de agosto, a empresa Fratello Engenharia Ltda, ganhadora da licitação para concluir 18 quilômetros de asfalto na MT-100 (trecho entre Torixoréu e Pontal do Araguaia) foi inabilitada durante a análise de documentação realizada pela Comissão Permanente de Licitação (CPL) da Sinfra.

A construtora não atendeu a exigência de um anexo do edital sobre a declaração de contratos firmados com a iniciativa privada e com administração pública.

No entanto, de acordo com informações do Catulé News, a Fratello apresentou recurso sobre a inabilitação e, a partir de agora, a CPL deve analisar novamente os documentos dentro do prazo de sete dias úteis.