0
0
0
s2smodern

 

Foto: ReproduçãoFoto: ReproduçãoHá exatos 01 ano e 07 meses da eleição do executivo e legislativo municipal, a indefinição de nomes a postulante ao cargo de prefeito, ainda é grande. Alguns nomes até ensaiaram; porém, ainda não decolaram.


Do lado da posição, que dá sustentação ao grupo do prefeito João Batista Vaz – Cebola, o nome que ainda se destaca é o nome do vice-prefeito Ney Weliton. Ele, vem ao logo dos anos, fazendo campanha e se preparando; e, mesmo com alguns contra-tempos, é um forte pré-candidato. No grupo, é aceito como vice; no entanto, ainda não convenceu a cúpula que pode ir na “cabeça”.


Outro nome que também aparece na posição, é o nome do produtor rural Endrigo Dalcin. Nome forte; porém, indefinido. Dalcin nega sua intenção e já deixou claro à interlocutores que dificilmente poderá ser candidato. No grupo, é aceito por todos como candidato forte ao executivo.


Ainda no lado da posição, o nome do leiloeiro José Carlos Biesdorf , o Nico do leilão também vem se destacando; entretanto, Nico nega sua intenção; mas já declarou que está pronto para ajudar Nova Xavantina. No grupo, é aceito como forte candidato.


Por fim, e ainda no lado do grupo do prefeito Cebola, o nome do empresário Marcio Caetano, o Marcinho. O empresário já anunciou ao grupo do prefeito Cebola sua pretensão; mas ainda não se comporta como pré-candidato. Irmão do ex-prefeito Gercino Caetano, Marcinho aparece como nome forte; no entanto, dentro do grupo, não é totalmente aceito. Boa parte do grupo de posição já se declarou contra o nome do empresário.


OPOSIÇÃO


A oposição em Nova Xavantina não se preparou para as eleições. Nomes virtuais se jogam ao vento em procura de brisas; à exemplo do empresário Francy da FCL. O empresário se autodeclarou pré-candidato e baseia-se sua campanha espelhada na campanha do atual presidente Jair Bolsonaro; ou seja, campanha por meio online. Francy ainda não tem um grupo; mas, tem seus seguidores a exemplo do técnico em radiotécnica Domingos Brandão e do ex-secretário do município na época do saudoso Frederico Fernandes, Toninho Zonzeira.


FORA DO PÁREO


Nomes como do cartorário José Campos Sobrinho, o Campos e do empresário Sávio Carvalho estão fora do páreo. Sávio já declarou sua ausência na campanha do ano que vem; mas, declarou oposição contra o prefeito Cebola; Já o cartorário José Campos, poderá até ensaiar; mas não colocará seu nome a disposição; nem de vice.