Foto: Assessoria Foto: Assessoria

Na sexta-feira (11/3), a Secretaria Municipal de Transportes e Serviços Públicos de Barra do Garças prestou esclarecimentos sobre o andamento da operação tapa-buracos, que avança nas ruas da cidade e agora inicia uma nova fase. De acordo com as informações da pasta, em 40 dias será possível realizar a recuperação de todas as vias do perímetro urbano, desde que não haja mais chuvas.

O secretário de Transportes, Marcos Braz, disse que a secretaria não interrompeu os trabalhos no período de chuvas, mas teve que reduzir o ritmo para não desperdiçar material no solo molhado. “É preciso ter cuidado porque se o trabalho for feito de manhã e chover pela tarde, o material usado vai ser desperdiçado”, afirma Marcos.

De acordo com a declaração do secretário, uma usina de produção asfáltica, que estava parada quando a atual administração assumiu, passará a funcionar nesta nova fase, potencializando o rendimento do trabalho realizado. Atualmente, apenas uma usina está em funcionamento e com a mudança a secretaria contará com duas.

Além da reativação da usina, a aquisição de uma vibroacabadora vai permitir a realização de pavimentação asfáltica. “Há muitos anos a prefeitura não fazia asfalto por conta própria, era preciso fazer financiamento para pagar empresas terceirizadas, agora vamos fazer asfalto de qualidade sem endividar o município, com nossos próprios equipamentos e nossa própria equipe” completou Marcos.

Os trechos de asfalto citados pelo secretário de Transportes e realizados por empresas terceirizadas em gestões anteriores, como no setor Nova Barra, serão notificados pela Secretaria Municipal de Obras de Barra do Garças. De acordo com o secretário da pasta, Júlio César, moradores das regiões que receberam a pavimentação têm procurado a prefeitura Municipal relatando que o asfalto, concluído há menos de dois anos, está degradado e apresentando buracos.

Nova fase

A operação tapa-buracos vai dispor, a partir de então, de duas equipes de trabalho. A primeira deverá atuar nas principais vias, que possuem maior fluxo de trânsito, e a segunda deverá realizar a recuperação de ruas no interior dos bairros. Após a conclusão da operação, os esforços da secretaria de Transportes se concentram em realizar a pavimentação de trechos em ruas que ficaram incompletas no processo de asfaltamento. “Tem ruas que faltam poucos metros para terminar de asfaltar, e graças a esses investimentos vamos conseguir resolver essa situação”, disse o secretário Marcos Braz. 

O prefeito municipal, Dr. Adilson Gonçalves, também declarou que a administração está dedicando total empenho para solucionar o problema da malha viária no perímetro urbano. “É um asfalto velho, algumas ruas com mais de 30 anos e que nunca receberam microrrevestimento, então pra solucionar isso de vez, já assinamos o convênio estadual no valor de 15 milhões, que serão aplicados em mais de 100 ruas”, disse o prefeito.

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DE NOSSOS GRUPOS DE WHATSAPP