Foto: WhatsappFoto: Whatsapp

Diante das medidas restritivas de prevenção ao Covid-19 em todo o estado que têm prejudicado o funcionamento do comércio, empresários e trabalhadores organizaram manifestações em Água Boa e Canarana, na tarde de segunda-feira (22.03)

O objetivo foi de chamar atenção do governador e dos Deputados para a questão econômica das medidas restritivas que têm impedido os comerciantes de exercerem suas atividades, principalmente os comércios que funcionam a noite.

A principal preocupação dos empreendedores é com o pagamento das contas que continuam chegando normalmente e com a manutenção do emprego dos funcionários, pois sem a renda das vendas cotidianas, o saldo não comporta os vencimentos

Em Água Boa os manifestantes somaram cerca de mil pessoas, com máscas de proteção e tentando manter um distanciamento social. O ato foi monitorado pela Polícia Militar durante todo o percurso, da Praça da Cultura, passando pela Avenida Júlio Campos, até a Rua 9, em frente a Associação Comercial - ACEAB.

Em Canarana, os comerciantes fizeram uma carreata pela cidade e depois se posicionaram em frente a Prefeitura, também com cartazes reivindicando a autorização para trabalhar.

Para a classe empresária, os estabelecimentos não são responsáveis pela proliferação do coronavírus, pois seguem a risca as medidas de distanciamento, máscaras, medição de temperatura e higienização com álcool.

Eles apontam para as aglomerações geradas pelos feriados como os verdadeiros focos de contaminação, sendo que o Governo pretende antecipar 10 dias de feriados para forçar um fechamento eminente.

Segundo ele, o impedimento da geração de renda por meio do trabalho, sem o cancelamento das contas mensais como aluguéis, energia, taxas e impostos, deve levar muitos estabelecimentos a quebrarem e fechar as portas.

Por outro lado, nas redes sociais algumas pessoas criticaram as manifestações, comparando o ato a uma forma de algomeração e ressaltando a importância das medidas contra a escalada de contaminação do vírus na região.

Veja: Comércio de Água Boa se reúne na câmara e pretende manifestação