Câmera de vigilância da residência registrou todo o ataqueCâmera de vigilância da residência registrou todo o ataque

Um cão da raça Pit bull invadiu o quintal de uma residência, atacou e matou um cachorrinho, no Setor Universitário. O fato aconteceu na última terça-feira (20/10).

Todo o ataque foi registrado pelas câmeras de monitoramento da casa. O cão da raça Pit bull e outro cachorro também de grande porte aproveitam uma brecha no portão e adentram ao quintal.

As imagens não mostram, mas pouco à frente está o cachorrinho da família, preso pela coleira.

Poucos segundos após o Pit Bull aparece atracado ao cãozinho, que não tem nenhuma chance de reação. Ele morde e sacode o cachorrinho pela cabeça. O terceiro cão se assusta e foge do local.

Desesperada, a dona do cãozinho tenta livrá-lo do ataque. Ela chega a bater algumas vezes no Pit Bull com um pedaço de pau, porém em vão.

O ataque só cessa quando uma mulher, que ao que tudo indica seja a dona do Pit bull, chega e retira o animal do local.

O cãozinho, muito ferido, não resistiu e morreu momentos depois.

Vale lembrar que os proprietários são responsáveis pelos animais e pelos ataques e danos por eles causados. O art.936 do Código Civil de 2002 descreve a responsabilidade que o dono tem pelos danos e prejuízos causados por seus animais: Art. 936. O dono, ou detentor, do animal ressarcirá o dano por este causado, se não provar culpa da vítima ou força maior.

A responsabilidade referida no mencionado artigo trata-se de responsabilidade objetiva, ou seja, não há necessidade de prova da culpa do proprietário do animal, basta que o animal cause um prejuízo que seu dono responde.

Na legislação atual, não há regulamentação específica para responsabilização de proprietários de cães - nas decisões judiciais a esse respeito, geralmente o Judiciário leva em conta o artigo 132 do Código Penal, que trata de exposição de pessoa a perigo direto e iminente.