Imagem IlustrativaImagem Ilustrativa

De acordo com o Boletim de Ocorrência da PM, no sábado (12.09) por volta das 4 da madrugada aconteceu um atropelamento com várias vítimas atingidas por uma Parati branca no bairro União, em Canarana.

No local os policiais encontraram 4 pessoas feridas, sendo duas mulheres e um homem vítimas do atropelamento e o motorista vítima de objeto cortante, possivelmente uma arma branca (faca).

As vítimas do atropelamento foram encaminhadas ao Hospital Municipal, as mulheres com escoriações leves e o homem com forte pancada na cabeça e no tórax.

Foi constatado pelos policiais que o condutor do veículo tinha um corte abaixo da axila esquerda com bastante sangue. Em seguida a equipe médica de socorro confirmou que o suspeito havia evoluído para óbito.

Nenhuma testemunha soube explicar como aconteceu o acidente e nem identificar quem havia golpeado o motorista. A Polícia Civil e a POLITEC estiveram presentes para apurar o fato.

No hospital, uma das vítimas contou aos policiais que teve um relacionamento amoroso com o motorista, mas que o mesmo não aceitava o término da relação, a perseguindo e ameaçando constantemente.

Naquele dia o motorista havia passado diversas vezes na frente da casa da vítima proferindo ameaças e quando todos saíram e se dirigiam a casa de uma vizinha, ele jogou o carro para atropelar a todos.

Nenhuma das vítimas soube dizer o que aconteceu após o atropelamento, afirmando que não se lembram de mais nada após terem sido atingidas pelo automóvel.