Foto: Apresentação da Junina Abalantes do Sertão durante Festival Mato-grossense de Quadrilhas (Festrilha), evento subsidiado pela Lei Aldir BlancFoto: Apresentação da Junina Abalantes do Sertão durante Festival Mato-grossense de Quadrilhas (Festrilha), evento subsidiado pela Lei Aldir Blanc

As inscrições para o edital de premiação da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc iniciaram na última terça-feira (13/10) e vão até o dia 23/10, sexta-feira próxima.

Em Querência, a organização pede que preferencialmente as inscrições ocorram por meio do endereço eletrônico Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., caso o participante não tenha acesso à internet, a documentação exigida deve ser entregue entre 7h30 e 11h00 ou das 13h30 as 17h00 na biblioteca municipal Fonte do Aprendiz.

O edital com as regras para inscrição pode ser acessado em: AQUI.

São mais de R$90 mil em prêmios distribuídos em 12 categorias, sendo elas: declamação de poesias, produção de poemas, mostra instrumental, dança, teatro, desenho, canto, fotografia, artesanato, gastronomia, videodocumentário sobre Querência e cultura/artesanato indígena.

Em Canarana, para participar é necessário realizar uma produção artística em vídeo, relacionado com o tema “Canarana, transformando o cotidiano através da arte”.

A chamada cultural é a maneira escolhida pelo município para implementação dos recursos subsidiados pela Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, promulgada em junho de 2020 devido a pandemia do Covid-19. O valor destinado ao município de Canarana/MT foi de R$164.018,06, sendo R$20.127,25 por categoria.

O interessado deve fazer sua inscrição no Departamento Cultural, sala anexa à Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC) entre 13 e 23/10 das 7h às 11h e das 13h às 17h.

O resultado sairá dia 13/11, onde serão premiadas 240 produções, sendo 30 participantes de cada categoria e R$670,90 o valor individual do prêmio.

Lei Aldir Blanc

Batizada de Aldir Blanc em homenagem ao compositor que faleceu em decorrência da Covid-19, prevê R$ 3 bilhões ao setor cultural durante a pandemia, que serão executados de forma descentralizada por estados e municípios.

A Lei Aldir Blanc oferece proteção aos artistas e profissionais da cultura que estão sem trabalho e é resultado de uma construção coletiva e de mobilização que garantiram a sua aprovação no Congresso Nacional e a sanção presidencia.

Por: Vitória Kehl Araujo, do OPioneiro | Carla Rezende, Rádio Alternativa FM