Foto: FacebookFoto: Facebook

Uma publicação no facebook chamou a atenção para o Parque das Água quentes em Barra do Garças, ao mostrar um "cocô" boiando sobre a água na atração conhecida como rio da preguiça, na segunda-feira (06.01).

A publicação tem 2 vídeos de poucos segundos e viralizou na região.

A Prefeitura de Barra do Garças, responsável peo parque, emitiu uma nota:

“LIMPEZA DO PARQUE DAS ÁGUAS QUENTES É COMPROMISSO, É ZELAR PELO BEM-ESTAR DA POPULAÇÃO.

O Parque das Águas Quente é do povo! Mas, nem todos pensam assim. Um vídeo postado das redes sociais busca denegrir as belezas naturais existentes no local. A troca de quê? Essa é a pergunta.

A Prefeitura de Barra do Garças sempre procurou primar pela qualidade, oferecendo a população um parque aprazível, belo e com todo o conforto para que você possa levar sua família, seus amigos e desfrutar de todas as opções de lazer oferecidas pelo município.Os vídeos postados têm o firme propósito de levar uma imagem distorcida do que é o Parque das Águas Quentes, apenas por ser um local público e onde se paga o menor bilhete de acesso do país. Em nenhum lugar do Brasil existe um ponto turístico com tanta infraestrutura e a preço irrisório para você aproveitar de tantas belezas. A Secretaria Municipal de Turismo, órgão responsável pelo gerenciamento das Águas Quentes trabalha com detalhes para mantê-lo limpo e arejado para o desfrute da população. A limpeza é uma prioridade, sendo realizada 24 horas por dia, com reforço na equipe das 9 da noite às 7 da manhã, esvaziando as piscinas para a higienização sete dias por semana.Além disso, são realizados trabalhos de limpeza diária das calçadas e passarelas, e corte de grama. Engana-se quem atribui a segunda-feira, durante o fechamento do parque, para a limpeza. Ao contrário, é o dia de folga dos funcionários que trabalham de terça a domingo.Durante os meses de dezembro e janeiro, por estar localizado em uma área verde, cercado por matas, o Parque das Águas Quentes serve de morada para iguanas, repteis que têm hábitos arborícolas, seja, que vivem em árvores. Infelizmente, uma superpopulação invadiu o parque e trouxe consequências, fato que já ocorreu no passado.Diante disso, o despejo de fezes sobre as árvores com efeitos nas piscinas resulta na poluição das águas e desta forma, confunde-se com fezes humanas. Todo cuidado está sendo tomado para evitar que isso ocorra, contudo, pessoas inescrupulosas, que não valorizam o que é seu e se aproveitam para atingir não só o parque, mas toda a cidade. O que ganham?A Prefeitura de Barra do Garças está tomando as devidas providências cabíveis para manter o Parque das Águas Quentes higienizado e confortável para o bem-estar dos nossos frequentadores.

- Prefeitura de Barra do Garças

Para ver o vídeo original clique no ícone do facebook dentro da tela do vídeo.