Conhecer as diferentes modalidades de empréstimo que o mercado oferece pode ser um grande diferencial na hora de contratar um bom crédito. Confira!

Imagem IlustrativaImagem Ilustrativa

Na busca por um bom empréstimo, é importante que você analise primeiro todas as possibilidades disponíveis no mercado e encontre a que melhor atende às suas necessidades.

Busque entender o real motivo da contratação do crédito que você tanto deseja, pois isso fará toda a diferença na hora de fazer o pagamento de suas parcelas, seja ele destinado à compra de um veículo, a quitação de uma dívida antiga ou para dar uma entrada no imóvel dos seus sonhos.

No texto de hoje, falamos um pouco sobre os diferentes e mais conhecidos tipos de empréstimo para ajudar você a ter uma escolha mais assertiva na hora de contratar o seu crédito. Leia o conteúdo até o final e confira!

Empréstimo Pessoal

O empréstimo pessoal é hoje uma das modalidades de empréstimo mais buscadas no mercado por sua facilidade. Nas diferentes instituições financeiras, ele pode ser disponibilizado em até 24h e não costuma ter muitas restrições. O cliente precisa apenas ser maior de idade e não ter seu nome sujo.

Não é necessário ir até uma agência bancária para solicitá-lo. Todo o processo pode ser feito de forma remota, via internet, através de um celular ou computador. Basta apenas que o cliente faça uma simulação de empréstimo no site da empresa de seu interesse e os comunique caso tenha pretensão de fechar negócio.

Sua taxa, no entanto, costuma ser mais alta (algo em torno de 6,11% ao mês) pelo que apontam as pesquisas de taxas de juros realizadas em abril deste ano pelo Procon-SP.

Cheque especial

Outro tipo de empréstimo, também bastante conhecido, é o cheque especial. Visto que na maioria das vezes seu valor já foi pré-aprovado na conta do cliente. Sua taxa média consegue ser mais alta do que no empréstimo pessoal, chegando a 7,56% ao mês, por causa da sua facilidade.

Ele é mais indicado para pessoas que precisam de dinheiro rápido e que pretendem devolvê-lo em um curto espaço de tempo.

Empréstimo consignado

O empréstimo consignado é um tipo de empréstimo destinado para aposentados, pensionistas do INSS, trabalhadores assalariados de empresas privadas e servidores públicos, além de militares das forças armadas.

O pagamento de suas parcelas é feito por meio de um desconto em folha de pagamento ou do benefício da aposentadoria, não podendo comprometer 30% do salário.

Isso faz com que essa modalidade de empréstimo online seja mais segura para as instituições bancárias, o que faz diminuir consideravelmente sua taxa de juros (variando hoje em 1,8% ao mês), sendo interessante para quem se enquadra nos critérios de solicitação.

Crédito Rotativo

Você sabia que esse tipo de crédito já está pré-aprovado em seu cartão de crédito?

Com isso, muitas pessoas acabam optando por fugir dele. Suas taxas de juros são altíssimas e podem chegar a 326,4% ao ano. Logo, ao atrasar a fatura do cartão de crédito e pagar o valor mínimo, ou até menos, você já entra nessa modalidade.

Porém, por causa da taxa de juros cobrados mensalmente, o Conselho Monetário Nacional (CMN) definiu um limite de 30 dias para o uso desse rotativo. Sendo assim, só será possível utilizar uma vez essa modalidade de crédito.

Caso não consiga fazer pagamento será necessário buscar outras alternativas de empréstimo.

Financiamentos

Essa modalidade costuma ser voltada para quem deseja adquirir um bem de alto valor, como um imóvel ou um veículo. As parcelas costumam ser longas e a taxa de juros varia de banco para banco.

Porém, você só pode solicitar essa modalidade de crédito para uma compra específica. Os juros cobrados nesse caso são baixos, em média 3,95% ao mês, e os prazos para quitação podem chegar a 30 anos, por exemplo.

Empréstimo com garantia

O empréstimo com garantia é uma das modalidades de crédito com as menores taxas do mercado, podendo chegar a menos de 1% ao mês. A exemplo, temos o empréstimo com garantia de imóvel, que pode ser obtido de forma mais simplificada e, na maioria das vezes, via internet.

Para adquiri-lo basta colocar um imóvel (casa, apartamento, terreno, galpões etc.) como garantia do pagamento de crédito. Com isso, suas taxas de juros costumam ser mais baixas, pois o interessado terá que pagar o valor estabelecido em contrato para não perder seu bem, o que traz uma segurança para a instituição financeira que concede o valor.

Essa possibilidade de crédito vem ganhando muitos adeptos nos últimos anos no Brasil e permite com que as pessoas quitem suas dívidas, consigam fazer a viagem dos sonhos ou mesmo fazer outros tipos de investimento.

Agora é só escolher a melhor opção de crédito para você. Analise as possibilidades, calcule o quanto precisa e veja a taxa de juros que irá pagar. A ideia é que você utilize o crédito para crescer e não para entrar na famosa bola de neve financeira.