ReproduçãoReprodução

Em 18 de maio é tido como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A data remete ao dia 18 de maio de 1973, quando a menina Araceli Crespo, de 8 anos, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta em Vitória-ES. Os agressores nunca foram punidos.

Por meio da Lei 9.970/00, a data foi fixada para lembrar sobre a necessidade de proteção das crianças e adolescentes na questão da violência sexual. A partir de então surgiram diversas iniciativas e movimentos como a campanha "Faça Bonito" e o Disque 100 para denúncias de abuso infantil.

O Disque 100 foi criado em 2003 pelo governo federal e sua coordenação ficou a cargo da Secretaria de Direitos Humanos. A ligação é gratuita e pode ser anônima. O serviço funciona em todo o país e encaminha as denúncias para os conselhos tutelares.

Também existem camapanhas realizadas pelas secretarias de assistência social e escolas instruindo alunos e a sociedade sobre a repressão ao crime sexual e sobre como agir em caso de percebpção do abuso.