Pichetti Rui Vilani  Inez Trentin Zandoná    Outros

Imagem Ilustrativa

Em nossas idas e vinda por este mundo afora, deparamos por aí, com pessoas cheias de vida, bem afeiçoadas, inteirinha fisicamente, transbordando saúde, com todo o futuro pela frente, que colocam em cheque o sentido de suas vidas... Se deixam levar por pensamentos vãos, pensamentos podres, e com isso vão se corroendo por fora e por dentro, como se fosse uma ferrugem, em que a lima, por mais grossa que seja, não consegue arrancar. pessoas que se entregam de corpo e alma a um vazio que ecoa no fundo de sua alma.

A partir daí, alimentam pensamentos como: minha vida não tem sentido... Se esquecem ou não fazem questão, de mostrar a gama de talentos adormecidos, que existem dentro delas. se esquecem que não existem ninguém no mundo, que não tenha problemas, elas acham que somente elas os tem. se esquecem que esses talentos importantes, poderão ser colocados a serviço de outros, que necessitam muito mais que elas. se você esta vivo, é porque existe uma razão para que isso aconteça. Ninguém está nesse mundo por acaso. Então vem um questionamento:

Então para que eu sirvo? Como os pensamentos estão irraigados com essa síndrome, elas começam a se isolar e formar um mundinho só seu a sua volta, começam a botar barreiras e limitações em sua vida, começam a colecionar poeira em seu tapete, que se sacudido, é comparado a vulcão cuspindo lavas.

Como é pior também, os motivos torpes que os levam a ser assim: falta de auto estima e você precisa de se auto valorizar... , é uma briga entre namorada ou namorado como se não existissem outras pessoas neste mundo, é um emprego perdido como se fosse o último, é uma briga em família, é o eu não vou com a cara dele ou dela, coisas futeis que não levam a lugar nenhum, mas são alimentados dia e noite nas cabecinhas dessas pessoas. ponham na cabeça, isso é passageiro, é como uma dor de barriga, que sempre existiu um vaso sanitário que resolve estas situações, para que depois você se sinta aliviado.

Não se vitimize dia e noite nessa redoma, tirando uma de coitadinho, resolva esse problema. olhe pra trás, entre num hospital e veja o sofrimento das pessoas os quais você não tem. veja a aceitação daquelas pessoas, que mesmo assim, ainda sustentam um sorriso largo no coração. visite pessoas miseráveis que passam fome e as compare com você.

Pois é meus ouvintes, para aqueles que se enquadrem, façam um paralelo com tudo que falamos, e se sinta bem melhor, sejam positivos e melhorem sua vida... Vocês merecem.