Pichetti Rui Vilani  Inez Trentin Zandoná    Outros

Imagem Ilustrativa

Francamente, não sou contra o livre comércio, muito pelo contrário, acho que uma concorrência saudável, uma promoção justa, uma divulgação bem feita, qualidade do produto, bom atendimento, faz com que o consumidor sinta segurança, confiança e o que é melhor, sinta do prazer de estar comprando bem, a um preço justo. Mas, existem várias coisas que não consigo a entender no mundo da competição.

O Aladim, aquele da lâmpada mágica, inventou a pedido de alguém que se diz esperto, o R$ 1,99, o R$ 5,99, 0 R$ 10,99, no pressuposto de dizer aqui nós vendemos mais barato, nossos preços são os melhores e imbatíveis. Gente, um centavo não significa nada, absolutamente nada, não existe nem troco, isso é um engodo psicológico, querendo fisgar aqueles menos desinformados.

Daqui uns tempos vai existir, o R$ 1,97, 0 R$ 5,98. Vimos placas, 10 parcelas de R$ 5,99. Porque não colocam 10 parcelas de R$ 6,00, 10,00? Vocês acham que isso influência os consumidores? Repito isso como um insensatez.

Outra coisa que não entendo. Que se vê muito por ai, produtos que já estão em promoção, com mais um desconto de 40%, aí eu pergunto, quantos por centro era a margem de lucro desses produtos antes? Será que agora estão vendendo com prejuízo? Francamente, não acredito.

Outra coisa, estabelecimentos vendendo produtos a preço de custo. Só acredito vendo a nota fiscal de compra. Eu sonharia, ver um dia, o preço de custo estampado nos produtos da prateleira. Então saberíamos se o lucro declarado é de 300%, 200%, 400%. Sabe quando isso vai acontecer? Nunca!

Esses dias fiz minhas compras num mercado famoso de Barra do Garças e em apenas 02 produtos, ou seja, 2 frascos de sabão para máquina de lavar louças, de 500g cada, e 2 potes de manteiga, comparando com os preços de Água Boa, deu uma diferença de R$ 60,00. Em 02 produtos, 60 reais de diferença, assim não tem peruano que aquenta. Alguém tá ganhando demais com isso.

Nossa gasolina é a mais cara da região e comparando os preços de todos os nossos postos, existem diferenças de apenas dois centavos. O Nosso gás de cozinha, R$ 100,00 em todos os representantes do produto, sem variação de nenhum centavo, será porque?

Me perdoem se estou ferindo suscetibilidade, estou apenas exercendo meu direito de liberdade de expressão, sem estar levantando falso testemunho, ou falando inverdades, sobre o que ocorre aqui.

E a pergunta é: cadê a concorrência? Porque os preços são iguais? Porque o nosso custo de vida aqui em Água Boa é um dos mais caros de nossa região? Sei perfeitamente que o comércio é livre, cada um pratica o preço que lhe aprouver, mas, coincidentemente, todos preços iguais? Essa é a questão.

Aí meus amigos, isso se torna uma deslealdade, sei que ninguém se preocupa com isso, mas a nossa brava sociedade é penalizada e sofre muito com isso. Sociedade que luta corajosamente para se manter em pé diante desses pedregulhos com ponta fina colocados em todos os seus caminhos.