Pichetti Rui Vilani  Inez Trentin Zandoná  Tarcísio Tonhá  Outros

Foto: Fernando Weissheimer | 4Seven Produtora

Planejar Água Boa para o futuro é um trabalho cativante para posicionar o município no cenário dos mais desenvolvidos do Estado. Entendo que as políticas públicas devem ser implementadas tendo como ponto de partida a matriz produtiva regional, sustentada pelo Agro, agregando valor à produção primária e com isso, imprimindo uma nova dinâmica a economia regional.

O planejamento deve considerar toda a complexidade dos sistemas produtivos e de logística, buscando conectar ações locais com programas estaduais e nacionais.

É imprescindível definir um modelo de desenvolvimento que ultrapasse um período de quatro anos de governo e que busque os setores empresariais para ações coordenadas e articuladas.

Atualmente o melhor modelo é a participação pública em parceria com o setor privado. Este sistema foi utilizado na iluminação em LED aqui em Água Boa e pode ser estendido na busca por espaços vocacionados para a instalação de industrias e contrução da logística . Sem dúvidas as PPP(s) indicam um caminho para aumentar o PIB, a renda média e a geração de empregos.

O incremento da economia local possibilita investimentos na melhoria da qualidade de vida, desencadeando um processo onde todos acabam ganhando.

É inconcebível pensar um modelo de desenvolvimento construído apenas com o capital do Estado. É necessário um modelo com base na realidade e nas vocações locais e que encontre amparo nas demais esferas de governo, ou seja, é necessário um planejamento de Estado! Este pode ser um caminho transformador!

Praticar o desenvolvimento local exige método, articulação, parcerias e definições de prioridades objetivando a implementação de políticas públicas positivas.

Este é o desafio da sociedade aguaboense em busca do desenvolvimento.

Que nossos líderes tomem a iniciativa.

Luiz Omar Pichetti
Engenheiro Agrônomo
Acadêmico de Direito