0
0
0
s2smodern

Reprodução

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu a distribuição, divulgação e comercialização do produto Sanctio Tônico Capilar, da marca brasileira Yeva Cosmetiques. Estamos falando de uma loção contra queda de cabelo e calvície produzida pela Laccos Indústria de Cosméticos Ltda.

A suspensão ocorreu devido à fabricação e venda do tônico estarem em desacordo com o registro da Anvisa. O cosmético, que promete reduzir e prevenir a queda dos fios, contém em seu rótulo a frase “Estimula o crescimento capilar”. Porém, após análise em testes de eficácia, foi constatado que ele não cumpre essa função, segundo a entidade.

A notificação determina que a empresa recolha o estoque existente no mercado. A orientação do órgão é de que os consumidores entrem imediatamente em contato com o serviço de atendimento ao cliente da marca e do fabricante para que sejam instruídos a respeito da retirada e substituição dos produtos.

Divulgação

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) publicou um comunicado ontem (12), em seu site, afirmando que a expressão questionada pela Anvisa foi retirada da embalagem do tônico desenvolvido pelos pesquisadores da instituição. Além disso, um novo lote do produto sem a frase já começou a ser distribuído.

De acordo com a universidade, diferentemente do que foi divulgado pela agência, a fabricação não foi suspensa.

Segundo um dos desenvolvedores da fórmula, o professor Robson Santos, do Departamento de Fisiologia e Biofísica da UFMG, embora a entidade argumente que o teste de eficácia apresentado pela Yeva não comprove que o produto estimula o crescimento dos fios capilares, os estudos que deram base ao pedido de patente do produto nos Estados Unidos exibiram essa ação.