0
0
0
s2smodern
A votação foi realizada na capital e nas oito regionais da Acrimat. No pleito realizado nesta sexta (18) foi definido a nova gestão para o triênio 2020-2023

Foto: AssessoriaFoto: Assessoria

Os mais de três mil afiliados da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) elegeram, nesta sexta (18.10), a nova gestão para o triênio 2020-2023. O médico radiologista Oswaldo Pereira Ribeiro Junior, natural de Bauru (SP), assume a presidência da Associação em 01 de janeiro de 2020. Com registro de chapa única, a eleição referendou os novos cargos de diretoria executiva, conselho fiscal, conselho de representantes e suplentes, num total de quarenta pecuaristas de todo Estado.

Atual presidente da Acrimat, Marco Túlio Duarte Soares destaca que a nova diretoria foi criada em consenso, e que diversos associados foram ouvidos e consultados para que a composição final fosse aprovada. “Isso demonstra que estamos alinhados com o interesse dos nossos associados, que estamos aqui para atender suas demandas, que estamos focados em continuar a executar um trabalho que tem dado certo”.

O presidente eleito, Oswaldo Ribeiro, parabeniza a nova diretoria e ressalta que nesta gestão vai aprimorar e intensificar o trabalho já realizado pela Acrimat nos últimos anos. “Tenho certeza que cada integrante da nova diretoria fará o seu melhor pelo setor, e desde já parabenizo todos pela eleição e vontade de atuar em prol dos produtores”. 

Oswaldo Ribeiro destaca ainda a necessidade da associação de continuar investindo em conhecimento, para se adaptar as constantes mudanças promovidas pelo mercado. “A Acrimat sempre se preocupou em levar conhecimento para seus associados, e produtos como a Acrimat em Ação é prova disso. Novas técnicas de criação, novos modelos de confinamento, alimentos mais apropriados para o gado; temos a preocupação de deixar nosso associado a par das novas tecnologias, que o colocarão em posição de destaque na hora de vender seu produto ao mercado, e que darão uma qualidade melhor ao seu produto final: a carne”.

Com a nova diretoria, a Acrimat continua a manter em seu quadro representantes do interior, mostrando a unidade característica da entidade. “A manutenção na vice-presidência dos pecuaristas Amarildo Merotti, de Cáceres e, Fernando Amado Conte, de Juara aponta para uma política representativa, e é de suma importância mostrar a união de um grupo que representa o maior rebanho do país”, diz Oswaldo Ribeiro.

ACRIMAT

Criada sob a demanda de pecuaristas da Baixada Cuiabana para o fortalecimento do setor, a Acrimat foi fundada em 17 de setembro de 1970.  Em 2008 a associação estendeu sua ação para todo território mato-grossense, já que o Diagnóstico da Cadeia Produtiva da Bovinocultura de Corte – estudo realizado pela Universidade de Viçosa em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), revelou a necessidade da criação de uma instituição que representasse os pecuaristas nas lutas pelo fortalecimento da atividade.