Foto: AssessoriaFoto: Assessoria

A horta e viveiro comunitário registrou a primeira colheita dos produtos cultivados. A sociedade em geral pode adquirir a sacola de verduras trocando por alimentos na sede do CRAS. Mostarda, rúcula, rabanete, salsinha, coentro e cebolinha estão entre as variedades cultivadas neste primeiro momento.

Já, os alimentos arrecadados serão revertidos em cestas básicas e doados às famílias em situação de vulnerabilidade social.

Confira a tabela de troca:

01 kg de macarrão espaguete

01 ficha

01 kg de açúcar

01 ficha

05 kg de arroz                    (01 kg = 1 ficha)

05 fichas

01 kg de café em pó          (250g = 1 ficha)

04 fichas

01 lt de óleo

02 fichas

01 kg de feijão

01 ficha

01 kg de biscoito tipo rosquinha ou água e sal

01 ficha

01 kg de refresco em pó

01 ficha

As famílias que tem interesse em serem voluntárias da horta, auxiliando nos trabalhos de cultivo vão receber os produtos de maneira liberada e sem quantidade mínima.

O projeto tem como objetivo promover uma alimentação saudável, principalmente às famílias que vivem em situação de vulnerabilidade financeira. É uma iniciativa da primeira dama e secretária de Assistência Social, Neusa Petrekic, e da bióloga Nádia Botini e conta com o apoio da Secretaria de Obras.